Festival Cultural da Diversidade movimenta Escola Básica Aníbal César


Aproximadamente 1.600 alunos da Rede Municipal de Ensino de Itajaí participaram, nesta quarta-feira (24), do 1º Festival Cultural da Diversidade. O encontro foi na Escola Básica Aníbal César, um dos polos culturais do Município, e envolveu também estudantes de outras cinco unidades escolares de Itajaí. A programação começou logo cedo, com apresentações de Chico Estrada e Cambaqui, e encerrou às 17h com show do Grupo Campeiraço. Durante todo o dia, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer, vivenciar e apreciar um pouco da cultura e das tradições das cinco regiões brasileiras.

“Foi um transbordar cultural ao longo de todo o dia. Valeu a pena todo o esforço. Quando que os alunos teriam a oportunidade, de num único dia, vivenciar a cultura de todas as nossas regiões?”, pontuou a diretora da Escola Básica Aníbal César, Elenice Furtado.

Teatro, contações de histórias, música, dança, desenhos, cinema e muitas brincadeiras movimentaram os mais variados ambientes da Escola Básica Aníbal César, enfatizando a cultura de cada uma das regiões do Brasil. Da região Sul, o Rancho Parafolclórico Arte nos Bairros e o Grupo Boi de Mamão Arte nos Bairros fizeram apresentações de dança portuguesa.

“Eu adoro o boi de mamão. Sempre que vejo uma apresentação dele, eu gosto bastante”, afirmou a estudante do 5º ano, Emily Freitas.

“Eu participei de uma oficina de dança com bastão. Pretendo me aperfeiçoar nisso para entrar para a fanfarra da escola”, disse a outra aluna, Sibely de Abreu da Silva.

Programação

A segunda edição do Festival Cultural da Diversidade já está programada para novembro de 2021. A intenção é, a cada ano, abordar outras pautas desta temática, que tem uma vasta possibilidade. A ideia também é abrir a visitação para outras unidades, possibilitando um maior intercâmbio cultural.

“A escola é o lugar ideal para trabalhar a temática da diversidade, porque quem aprende a respeitar as diferenças, não terá preconceitos fora da escola”, destacou a diretora Elenice Furtado.

O Festival Cultural da Diversidade teve o apoio do programa Cultura e Travessura, da Secretaria de Educação e da Fundação Cultural, que promoveu a apresentação do Grupo Campeiraço. Com músicas sertanejas no repertório, o grupo valorizou a cultura da região centro-oeste e colocou alunos, professores e diretores para dançar no fim da tarde desta quarta-feira (24).

“Foi um dia de muita animação e criatividade, oportunizando a todos os participantes a apropriação da diversidade cultural brasileira”, finalizou a supervisora do programa Cultura e Travessura, Ana Carolina Beling.

Comente com o Facebook