Saretta quer que Estado ofereça ecocardiograma fetal gratuitamente


O deputado Neodi Saretta (PT) encaminhou um pedido ao secretário de estado da Saúde para que seja ofertado gratuitamente, na rede pública de saúde, o ecocardiograma fetal a todas as gestantes. O objetivo é diagnosticar precocemente doenças cardíacas congênitas. “Infelizmente este tipo de exame não é oferecido pelo SUS, por isso queremos que ele seja disponibilizado pelo Estado, a fim de atender todas as gestantes. Com o diagnóstico feito precocemente, se houver algum problema cardíaco, o tratamento poderá ser realizado ainda durante o período gestacional”, disse o deputado, que também é presidente da Comissão de Saúde.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, uma em cada 100 crianças nascidas no Brasil apresenta alguma má formação no músculo cardíaco, o que torna os problemas do coração um defeito congênito mais comum nos recém nascidos.

Saretta também destaca que o exame tem um custo baixo para o Estado e que nem todas as gestantes têm condições de arcar com mais esta despesa. Para ele, prevenir e tratar doenças precocemente onera menos o Estado que os custos gerados quando a enfermidade está mais avançada. “Levando em conta o índice de crianças diagnosticadas com problemas cardíacos, e a possibilidade de diagnosticar e tratar precocemente, eu faço um apelo ao Estado para incluir este procedimento. Tenho certeza que este desejo também é das gestantes, já que nem todas têm condições de pagar pelo exame.”

Susana Rigo
Assessoria de Imprensa do deputado Neodi Saretta
Email: [email protected]
Fone: (48) 3221 2664

Comente com o Facebook