Saretta alerta sobre queda nos exames preventivos do câncer de próstata


No mês dedicado à saúde do homem, o Novembro Azul, o deputado Neodi Saretta fez um alerta sobre a queda no número de exames de rastreamento do câncer de próstata.  Ele explica que entre 2019 e 2020, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, houve uma redução de 21% nas biópsias e 27% no exame de sangue que auxilia os médicos a detectar a doença.

“É um dado preocupante e que serve de alerta, já que o câncer de próstata é o segundo que mais atinge os homens, atrás apenas do câncer de pele”, disse o deputado que também é presidente da Comissão de Saúde da Alesc. Segundo Saretta, a pandemia pode ter contribuído para a queda no número de exames, no entanto, é preciso que os homens mantenham os seus exames em dia.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), mais de 65 mil homens foram diagnosticados com tumor na próstata em 2020 e quase 16 mil morreram em 2019 por causa dessa doença.

De acordo com o parlamentar, é fundamental que a campanha Novembro Azul seja intensificada, para que estado e municípios possam aproveitar este mês para realizar ações de conscientização sobre a importância dos exames e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, além dos cuidados com a saúde do homem.

“A campanha era voltada apenas à prevenção do câncer de próstata, mas agora está voltada à saúde integral do homem que, por barreiras culturais e sociais, não têm o habito de se cuidar”, concluiu Saretta.

Assessoria de Comunicação do deputado Neodi Saretta

Assessoria Coletiva | Bancada do PT na Alesc | 48 3221 2824  [email protected]
Twitter: @PTnoparlamento | Facebook: PT no Parlamento

Comente com o Facebook