IBGE realiza reunião de planejamento na Prefeitura de Chapecó


Foi dada a largada para o Censo Demográfico 2022. Na manhã desta sexta-feira foi realizada a primeira reunião de Planejamento e Acompanhamento do Censo 2022, na sala de reuniões da Prefeitura, com a presença das equipes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o vice-prefeito de Chapecó, Itamar Agnoletto, representes das secretarias municipais, Amosc, condomínios, Incra, CDL, Siticom e da vice-governadora Daniela Reinehr.

De acordo com o chefe da unidade do IBGE em Santa Catarina, Roberto Kern Gomes, o objetivo do encontro foi buscar apoio para o levantamento. Ele estima que serão mais de mil reuniões, nos 295 municípios.

“Nós realizamos censos há mais de 85 anos, mas precisamos da ajuda da comunidade, para infraestrutura, divulgação e que as pessoas atendam nossos recenseadores. Serão dois tipos de questionários, um mais curto, de cinco a dez minutos, e outro mais longo, de 15 a 25 minutos. Estas respostas serão importantes para avaliar e direcionas as políticas públicas”, disse Gomes.

O Censo está previsto para junho, julho e agosto do ano que vem. Mas em dezembro já deve ser lançado o edital para contratação de 28 pessoas para o setor administrativo e 199 recenseadores somente para Chapecó.

Pela estimativa atual, o município tem 227 mil habitantes. Mas somente com o recenseamento será possível identificar a população real.

A coordenadora de área do IBGE em Chapecó, Cristiane Lazzarin, disse que Chapecó teve muitos loteamentos novos desde o último censo, mas que a base territorial já foi definida. Os recenseadores também estarão identificados por colete, boné e crachá com QR Code. Dúvidas também podem ser esclarecidas no site do IBGE. O nome dos recenseadores também será divulgado após o processo seletivo.

O vice-prefeito de Chapecó, Itamar Agnoletto, disse que a Administração Municipal está à disposição para colaborar com o Censo, no que for necessário.

Inclusive o posto de coleta de dados será na Antiga Prefeitura, na rua Marechal Floriano Peixoto.

Comente com o Facebook