Defesa Civil presta apoio em situações de deslizamento causadas pela chuva


Desde sábado (30/10), equipes da Defesa Civil de Joinville monitoram as ocorrências relacionadas às chuvas. Na manhã desta segunda-feira (1º/11), seis técnicos estiveram em atendimento à população. Até o momento nenhuma residência precisou ser interditada. Os monitoramentos continuam sendo realizados.

Até o momento a Defesa Civil atendeu 15 ocorrências. Destas, 8 são relacionadas a deslizamento de terra, 5 sobre queda de muro e entre sábado e a manhã de hoje, 2 quedas de árvores. Nenhuma família precisou deixar os imóveis, portanto não há desabrigados ou desalojados. Cerca de 100 metros de lona foram distribuídos.

As ocorrências são nos bairros Saguaçu, Vila Nova, Boa Vista, Jarivatuba, Guanabara, Itaum, Floresta, Petrópolis, Bom Retiro, Iririú e Atiradores.

O alto volume de chuva registrado até o momento, que equivale a 130 milímetros nas últimas 24h, causou o alagamento de ruas na região central da cidade. A água baixou e a população pode trafegar normalmente pelo local.

“Temos uma previsão de pico de maré com 1,5 metro, por volta das 13h30. Por isso alertamos que a população fique atenta caso coincida com as pancadas de chuva intensa, pois isso pode resultar em uma combinação que favorece alagamento”, reforça o gerente da Defesa Civil de Joinville, Marnio Pereira.

Outros dois rios que exigem monitoramento constante são o Águas Vermelhas, no bairro Vila Nova e o rio do Braço, no Jardim Sofia.

A Defesa Civil de Joinville conta com o apoio da coordenadoria regional da Defesa Civil do estado, agentes de Trânsito da Prefeitura de Joinville, das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, Infraestrutura Urbana e a Assistência Social está em sobreaviso caso necessite prestar apoio específico para as famílias, além dos Bombeiros Voluntários.

Como se proteger, evitar acidentes e buscar ajuda

Confira as orientações da Defesa Civil de Joinville para se proteger, evitar acidentes e buscar ajuda em situações de tempestades, alagamentos e deslizamentos. Receba os alertas da Defesa Civil estadual enviando gratuitamente o número do CEP da sua residência, por SMS, para o número 40199.

Em situações de alagamentos e inundações:

– Evite contato com a água.

– Não dirija em lugares alagados.

– Evite transitar em pontilhões e pontes submersas.

– Tenha cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Atenção aos sinais que podem indicar deslizamentos:

– Inclinação de postes e árvores.

– Movimento de terra ou rochas próximo às residências.

– Aparecimento de rachaduras em muros e paredes.

Onde buscar ajuda:

– Em caso de emergência, a orientação é entrar em contato com a Defesa Civil, pelo telefone 199, ou Corpo de Bombeiros Voluntários, pelo telefone 193.

Comente com o Facebook