PMF faz orientações a visitantes de cemitérios no feriado de Finados


A Prefeitura de Florianópolis, por meio da Vigilância em Saúde, realiza nesta semana a intensificação das ações de controle contra focos do Aedes Aegypti, mosquito vetor da dengue, nos cemitérios da Capital. Os cemitérios são locais propensos para proliferação do mosquito, e equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já identificaram focos em alguns cemitérios durante o ano. 
 
De acordo com a Lei Complementar nº 585/2016, acerca do Código de Posturas do Município, somente será autorizada a utilização de vasos, floreiras ou quaisquer outros tipos de recipientes que acumulem água, se estiverem devidamente perfurados e/ou preenchidos com areia. Por isso, algumas medidas de prevenção são de extrema importância e dependem do cuidado pessoal dos responsáveis pela manutenção dos túmulos de seus familiares.
 
As principais medidas para evitar focos do mosquito transmissor da dengue em cemitérios são furar vasos ou porta-velas, não utilizar plantas que acumulem água, como bromélias, retirar as embalagens plásticas e de celofane dos arranjos de flores, e retirar os pratinhos dos vasos de planta. As medidas evitam o acúmulo e fazem com que a água possa escorrer. 
 
Além dos cuidados preventivos, a Vigilância em Saúde também orienta que visitantes dos cemitérios usem repelente, para que qualquer foco ainda não identificado não represente risco de transmissão de dengue. Em caso de identificação de algum possível foco de dengue, a população pode entrar em contato com o CCZ, pelo site abre.ai/vigilancia ou telefones (48) 3212-3902 e (48) 3239-1506, para solicitar uma averiguação.
 

galeria de imagens


Comente com o Facebook