Paulinha indignada com veto ao projeto de combate a pobreza menstrual

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News


A deputada Paulinha, como líder Raps Brasil, ficou perplexa e indignada com o veto do Governo Federal ao PL 4.968/2019, que tratava justamente da distribuição revisão de distribuição gratuita de absorventes femininos para estudantes de baixa renda e pessoas em situação de rua, que era a principal medida determinada pelo programa. Apesar de ter sancionado a criação do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual (Lei 14.214), ele, no entanto, vetou a previsão de distribuição gratuita de absorventes femininos para estudantes de baixa renda e pessoas em situação de rua, que era a principal medida determinada pelo programa.

A parlamentar disse que está preocupada com a vulnerabilidade social das mulheres.
“ Combater a pobreza menstrual é dar dignidade a milhares de meninas e mulheres que não tem acesso a absorventes. O veto do Governo ao PL 4.968/2019 demonstra que o Executivo não enxerga essa realidade ainda “escondida”.

Elogiou a iniciativa do Governo Estadual que vai assinar um decreto que estabelece a distribuição de absorventes higiênicos a estudantes de baixa renda em Santa Catarina. A Secretaria de Estado da Administração autorizou a aquisição e a Casa Civil está tratando da publicação, prevista para os próximos dias. A licitação deve prever a compra de 600 mil absorventes pelo Estado . “ Aqui em Santa Catarina, o Governador Moisés agiu efetivamente ao adotar medidas para amparar nossas meninas e mulheres. Estamos #juntos nesta causa”, disse.

Valquiria Guimarães
Assessoria de Comunicação
Deputada Paulinha
048 991047676

Comente com o Facebook