Previne Brasil: Criciúma lidera nos indicadores da Atenção Primária entre as maiores cidades de SC


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Criciúma alcançou o primeiro lugar nos indicadores da Atenção Primária à Saúde (APS) nas cidades com mais de 100 mil habitantes em Santa Catarina. A classificação foi feita com base nos números de desempenho avaliados pelo Previne Brasil. O programa federal analisa dados dos municípios para analisar o financiamento da APS, que é responsável pela infraestrutura e ações de promoção de saúde em nível comunitário.

As transferências de recursos são feitas com base em três critérios: cadastro de pessoas, indicadores e credenciamentos/adesão a programas e ações do Ministério da Saúde. Entre os indicadores, o município atingiu uma proporção de 63% de gestantes que realizaram exames para sífilis e HIV, além de 100% da cobertura das vacinas de poliomielite inativada e pentavalente. As metas eram de 60% e 95%, respectivamente.

Uma avaliação positiva facilita o repasse de recursos destinados para a APS, e isso significa mais saúde para as cidades contempladas. Estamos trabalhando para melhorar cada vez mais esses indicadores”, destacou o secretário municipal de saúde, Acélio Casagrande.

Fechamos o quadrimestre com 202.345 usuários cadastrados, um aumento de 14.265 cadastros em comparação ao quadrimestre anterior”, explicou a gerente de Inteligência e Informação em Saúde, Luara de Sousa.

Previne Brasil

O programa federal Previne Brasil avalia repasses de recursos para os municípios. O objetivo é aumentar o acesso aos serviços da APS e o vínculo entre a população e as equipes.
 

Confira ranking das maiores cidades de SC nos indicadores da APS:

1º Criciúma
2º Joinville
3º São José
4º Jaraguá Do Sul
5º Chapecó
6º Palhoça
7º Balneário Camboriú
8º Brusque
9º Tubarão
10º Blumenau

Comente com o Facebook