Comitê Científico do município do Rio recomenda retorno pleno às aulas

O Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 da prefeitura do Rio de Janeiro recomendou hoje (5) o retorno pleno das aulas presenciais em todas as unidades de ensino públicas ou particulares, nos diferentes níveis de educação. Na decisão, os especialistas consideraram a melhora do cenário epidemiológico na capital, com menor taxa de transmissão e de hospitalizações por covid-19, e o avanço da cobertura vacinal da população.Notícias de Santa Catarina - SC HOJE NewsNotícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Fica mantido para o retorno seguro das crianças às salas de aula, o uso obrigatório de máscaras de proteção e a maior ventilação possível nos ambientes. “As salas de aula poderão retornar às suas configurações iniciais, recuperando a capacidade de estudantes que acolhia no período anterior à pandemia. Casos de evasão escolar devem ser apurados por busca ativa dos alunos, atraindo-os novamente à rotina de estudos”, informa a nota.

O Comitê Científico também deliberou sobre a realização de festas de final de ano e de grandes eventos em 2022. Na avaliação do comitê, “com avanço do cenário epidemiológico favorável e da continuidade da adesão do carioca à vacinação, festas como o Réveillon e o carnaval poderão ocorrer sem medidas restritivas como distanciamento e uso de máscaras”.

O uso de máscaras em ambientes ao ar livre, sem aglomeração, poderá ser desobrigado na cidade do Rio de Janeiro no próximo dia 15, e no dia 15 de novembro, será a vez da capital suspender também em ambientes fechados. Em Duque de Caxias, na baixada fluminense, o uso do acessório deixou de ser obrigatório hoje

Comente com o Facebook