Joinville avança na imunização de adolescentes e doses de reforço


Nesta segunda-feira (4), a Secretaria da Saúde de Joinville vai disponibilizar o agendamento de 4,5 mil doses de vacina para a Covid-19. Estas doses serão aplicadas entre terça e sexta-feira (5 a 8/10), na Central de Imunização do Centreventos Cau Hansen e nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs).

Os horários serão disponibilizados de forma escalonada, a partir das 18h. O agendamento para os adolescentes com idade entre 12 e 17 anos com comorbidades permanecerá liberado enquanto houver vagas.

Segunda-feira (4/10)

– 18h: Disponibilização de 4,5 mil doses para pessoas com 13 anos ou mais.
– 20h: Se ainda houver doses, disponibilização para pessoas com 12 anos ou mais.

Dose de reforço não precisa de agendamento

Entre segunda e sexta-feira (4 a 8/10), das 17h às 22h, será realizada a aplicação das doses de reforço por demanda espontânea na na Central de Imunização Tupy, no bairro Boa Vista.

Podem receber a dose de reforço os idosos com 70 anos ou mais que receberam a segunda dose até 8/4, e os imunocomprometidos que concluíram a vacinação com duas doses ou dose única até 10/9.

A aplicação da vacina respeitará a ordem de chegada, não sendo necessário agendamento para receber a dose de reforço. Para receber o imunizante, é necessário apresentar documento de identificação com foto e carteira de vacinação. As pessoas imunocomprometidas também precisam apresentar declaração médica.

São considerados pacientes imunocomprometidos com alto grau de imunossupressão, contemplados para receber a dose de reforço 28 dias após a última dose do esquema vacinal, pessoas com as seguintes condições: imunodeficiência primária grave, em quimioterapia, em hemodiálise, transplantados de órgão sólido ou células tronco em uso de drogas imunossupressoras, HIV/AIDS, em uso de corticoide (dose maior ou igual a 20 mg/dia de prednisona ou equivalente por mais de 14 dias), uso de drogas modificadoras de resposta imune ou com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Comente com o Facebook