Memória Digital: Confeitaria Eimer


A primeira confeitaria Katz ficava ao lado do velho Teatro Frohsinn. Com a vinda para o Brasil em 1923 de Alfred Eimer junto com Martha Krüger, ele assumiu a confeitaria. Alfred era o próprio confeiteiro. O senhor Katz transferiu-se para a Rua XV de Novembro com uma fábrica de gasosa, no prédio onde funcionava o Kieckbusch, no local atual das novas instalações da Casa Flamingo. Com a volta do senhor Katz para a Alemanha, alguns anos mais tarde, Alfred Eimer e o sogro alugaram o prédio da Fábrica Katz onde desenvolveram a atividade comercial com confeitaria e hotel. Em 1924, Alfred Eimer adquiriu, também na Rua XV de Novembro, no local onde em 1988 estava sediado o Bamerindus, a casa que pertenceu ao senhor Salinger, no qual estabeleceu sua confeitaria. Ali, durante muitos anos, foi um ponto de encontro da sociedade blumenauense. O empreendimento foi desativado no início dos anos 1940. (Fonte: Secretaria Municipal de Cultura de Blumenau / Arquivo Histórico José Ferreira da Silva / https://Acervo iconográfico: Fundo Memória da Cidade – Blumenau – Comércio – Confeitaria – cla: 2.E.4.4.1.1.8a / Revista Blumenau em Cadernos – julho-agosto/2001 – p.66 -Depoimento: Edith Eimer – Filha de Alfred Eimer)

postada em 30/09/2021 16:59 – 17 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook