Ceasa: 45 anos contribuindo com Santa Catarina

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News


Quatro décadas e meia dedicada a valorização da família rural e na garantia do abastecimento a população é apenas umas das contribuições das Centrais de Abastecimento de Santa Catarina.  Esse avanço social e econômico que a Ceasa proporcionou ao Estado foram destacadas no ato parlamentar do deputado Zé Milton (PP) em homenagem a empresa, realizada na Assembleia Legislativa, na quarta-feira (29). 

Fundada em 1979, a Ceasa/SC conta atualmente mais de 350 produtores ativos, emprega diretamente 2 mil pessoas e comercializa anualmente mais de 330 mil toneladas, que resulta numa movimentação financeira anual superior a R$ 830 milhões. 

Para Zé Milton, a Ceasa vai muito além dos seus objetivos de garantir o escoamento da produção e o abastecimento da população, com qualidade e em um ambiente de comércio justo. “A Ceasa é muito mais do que cuidar da distribuição dos hortifrutigranjeiros e conectá-los ao cidadão. A Central é uma geradora de oportunidades e de sonhos, é a garantia do abastecimento alimentar de muitas famílias”, comentou o parlamentar, ao citar a história do movimentador de carga Rudinei Nazareno José, o Rudi, um dos homenageados da noite. Há mais de 30 anos no Ceasa, Rudi, pai de 9 filhos e 11 netos, iniciou puxando cargas de batatas dos caminhões e hoje possui 33 carrinhos que aluga para os permissionários. “Rudi a sua trajetória na Ceasa e a transformação dela na sua vida e muitas outras famílias demonstra a grandeza da empresa e a importância de cada colaborador nesses 45 anos de vitórias. Parabéns por essa homenagem”, finalizou Zé Milton ao congratular todos os homenageados e colaboradores.  

“Mais que números, Famílias!”, essa afirmação marcou o início da fala do presidente da Ceasa/SC, Gilmar Germano Jacobowski. Para o presidente a movimentação financeira que em 2020 superou R$ R$ 861 milhões, movimentando mais de 300 mil toneladas, torna-se pequeno diante da transformação na vida das famílias que ali comercializam ne garantia da distribuição de alimentos saudáveis.  “Depois que ingressei no Ceasa pude perceber a importância dele para cada produtor, colaborador e prestadores de serviço. A Ceasa é uma grande família, isso é perceptível em cada conversa que temos nos boxes, nos espaços conhecidos como pedras, no qual vemos o crescimento pessoal, social e econômico”, destacou Jacobowski. 

Outro ponto destacado nas falas foi grande trabalho social da Ceasa do projeto “Mesa Brasil” em parceria com o Sesc, que somente em 2020 foram doadas 1,1 mil toneladas de alimento ao programa beneficiando mais de 18 mil famílias somente na grande Florianópolis.  “É gratificante ter feito parte da história do Ceasa e ver a transformação dela para a sociedade. Principalmente nos avanços sociais como o projeto Mesa Brasil dentre outros. Parabéns deputado por fazer essa homenagem as Centrais de Abastecimento e trazer aos olhos da sociedade a grandeza e importância da Ceasa”, finalizou o prefeito de São José e ex-diretor-presidente da Ceasa/SC, Orvino Coelho de Ávila.

Histórico

A Ceasa é uma sociedade de economia mista fundada em 29 de setembro de 1976, de acordo com as normas do Sistema Nacional de Centrais de Abastecimento (Sinac). A sede da Ceasa foi inaugurada em março de 1978, próximo à BR-101 e ao trevo de Barreiros, em São José, espaço que ocupa até hoje.

Na época tinha como gestora a Companhia Brasileira de Abastecimento (Cobal) como representante do governo federal e acionista majoritário (51%). A partir de 1989, as ações e encargos pertencentes à Cobal foram doados à Ceasa/SC. A partir daí passou a ser vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural e a ter como acionista majoritário o governo do Estado de SC.

Hoje a Ceasa/SC possui três unidades, localizadas nos municípios de São José (sede), Blumenau e Tubarão. Possui papel essencial para os catarinenses no abastecimento de hortifrutigranjeiros, uma vez que organiza a comercialização desses insumos. Promove a aproximação de produtores rurais da agricultura familiar, comerciantes e atacadistas, proporcionando infraestrutura física e logística para esse mercado, visando disciplinar o abastecimento urbano, eliminando o excesso de intermediação e manipulação, permitindo a oferta de produtos de melhor qualidade e mais acessíveis à população.

Homenagens

A entrega das homenagens foi realizada pelo deputado propositor do ato parlamentar, José Milton Scheffer, e pelo diretor-presidente da Ceasa, Gilmar Jacobowski. Entre os homenageados constam:

Nilo Balduino Mannes (Bigode)
Catarina Gesser Mannes (produtores rurais)
Francisco Prim, sócio-proprietário da Primalta (boxista)
Olinto Mainardi, orientador de mercado (colaborador)
Rudinei Nazareno José (Rudi), movimentador de carga
Artur Dimon representante do hortifruti Direto do Campo de Itajaí
Fabiano Kuhnen, presidente da Associação dos Usuários Permanentes da Ceasa
Sandra Regina Casarotto Lindorfer, diretora regional do Sesc
Rute Gebler, viúva de Érico Gebler, primeiro diretor-presidente da Ceasa
Jean Jackes Grecie Braun, representante do segundo diretor-presidente da Ceasa, Roque Lino Braun
Marcelo Fetti Alves, representante do terceiro diretor-presidente da Ceasa, Orvino Coelho de Ávila

Também  prestigiaram o evento da Fecoagro, Ivan Ramos, da Ocesc, Neivo Luiz Panho, secretário adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto, colaboradores da Ceasa e lideranças da agricultura.

Comente com o Facebook