NAPA faz ação com cães que estavam próximo ao HRO


O Núcleo de Atenção aos Pequenos Animais realizou nesta semana uma ação extraordinária de retirada de cães abandonados que estavam nas proximidades do Hospital Regional do Oeste.

“São animais que vivem há quatro ou cinco anos em frente ao Hospital Regional do Oeste e isso contribui com a proliferação de pulgas e carrapatos. O NAPA não atua nos resgate, pois sua função é castração, microchipagem e conscientização. Mas essa foi uma ação extraordinária, de saúde pública”, disse a primeira dama Fabiana Rodrigues, que é voluntária e madrinha do projeto.

De acordo com o coordenador do NAPA, Eugênio Lorenzetti, foram retirados seis cães das proximidades do hospital.

“Os dois primeiros foram pegos há duas semanas. Um deles foi adotado e a outra estava machucada e ficou hospedada em uma clínica até hoje (ontem), quando ela e mais outros cinco cães foram parar lares temporários, onde serão cuidados até serem adotados. A maioria são animais jovens e muito dóceis e de porte grande. Temos apenas um mais idoso, super dócil também. A maioria já está castrado. Tem apenas três machos que não estão castrados mas serão em breve. Ainda ficaram no Regional o Evandrinho de pequeno porte e mais dois cães de grande porte que são mais ariscos e não conseguimos pegar ainda”, disse.

Em um mês de funcionamento, já foram realizados 40 atendimentos. Reforçando que o serviço não é de abrigamento de animais, mas sim de atendimento de animais vítimas de maus tratos, castração e microchipagem. Uma licitação para três mil cirurgias em cães e gatos, que será feito por clínicas, a preço de custo, está em andamento.

Para saber mais, ou fazer denúncias de maus-tratos, basta ligar para o (49) 2049-9330 ou baixar o aplicativo Chapecó Digital e acessar a aba NAPA

Comente com o Facebook