PMF encerra ação contra dengue na Costa da Lagoa sem achar focos


A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, finalizou a ação de identificação e controle de focos do Aedes aegypti na Costa da Lagoa na última semana. Nenhum foco do mosquito vetor da dengue foi encontrado ao longo das atividades.
 
A atuação do Centro de Controle de Zoonoses durou três semanas no bairro com monitoramento de pontos estratégicos e armadilhas.
 
Atualmente, Centro, Rio Vermelho, Capoeiras, Itacorubi e Canasvieiras são os bairros com mais focos do mosquito da dengue. 
 
Os focos podem ser encontrados em vários depósitos. As bromélias já contabilizam 5% dos focos e ocupam o 4° lugar nas amostras coletadas. Depois dela, estão depósitos móveis (vasos, pratos e bebedouros de animais), fixos (ralos, fontes e piscinas) e lixo. As porcentagens estão bem próximas, já que o lixo, líder nas estatísticas, representa 8% dos focos.
 
No momento, as equipes técnicas estão trabalhando no Jardim Atlântico, Agronômica e Canasvieiras. A administração municipal reforça que os cuidados contra o avanço da dengue devem seguir. Para isso, a população não deve deixar nenhum acúmulo de água por mais de cinco dias em qualquer depósito.

galeria de imagens


Comente com o Facebook