Criciúma participará de censo nacional sobre saúde bucal


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Criciúma foi escolhida para representar a região sul de Santa Catarina no censo Saúde Bucal Brasil 2021 (SB Brasil). O levantamento, realizado a cada 10 anos, avalia o progresso e as necessidades da saúde bucal dos brasileiros. A preparação da equipe de campo começa em outubro, e as coletas de dados ocorrerão nos meses de novembro, janeiro, fevereiro e março.

Para o gerente municipal de saúde bucal, Cristian Serpa, a realização do censo possibilita identificar e propor melhorias para a saúde da população. “Através do 1º SB Brasil, de 2001, notou-se a necessidade de implementar os Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e o programa Brasil Sorridente”, explicou. O levantamento deve mostrar melhoria significativa em relação ao último censo, de 2010. “Hoje a odontologia é mais preventiva que curativa, educando desde criança sobre a higiene bucal, para que cresçam sem doenças dentárias”, apontou.

Ao todo, o Ministério da Saúde selecionou 429 municípios participantes, sendo 17 de Santa Catarina. A determinação é de que a equipe de campo, formada por três dentistas da prefeitura, realize 500 exames. O local avaliado, chamado de “setor censitário”, será a região da grande próspera. Os profissionais visitarão moradores para coletar dados sociodemográficos e socioeconômicos, além de fazer a avaliação da condição bucal, instruída por um formulário do ministério.

De acordo com Serpa, Criciúma é referência para o estado em saúde bucal, com mais de 40 unidades com consultório odontológico, pronto atendimento para situações de emergência e um CEO regional, atendendo também Siderópolis, Nova Veneza e Treviso. “O pronto atendimento, localizado no bairro Boa Vista, funciona todos os dias, auxiliando a população com dores urgentes e quedas. Já o CEO, na Próspera, oferta atendimentos especializados, como cirurgia de siso, aparelhos para crianças, próteses, tratamentos para bruxismo, de canal e periodontal”, concluiu.
 

Comente com o Facebook