Projeto institui política para desenvolvimento da apicultura

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News


O deputado Padre Pedro Baldissera (PT) apresentou nesta segunda-feira (20) projeto que institui a Política Estadual para o Desenvolvimento e a Expansão da Apicultura e Meliponicultura (Polimel) e o Programa Estadual de Incentivo à Apicultura e Meliponicultura (Promel), em Santa Catarina. 

O projeto atenderá iniciativas dos apicultores, desenvolverá o potencial apícola e meliponícola e beneficiará a área e a economia do Estado. Além disso, visa superar os entraves ligados à falta de políticas públicas que facilitam o acesso ao crédito, a regramentos de transporte, pesquisa, sanidade e estruturação da cadeia produtiva para esse mercado que está em constante expansão. O projeto também é de autoria do deputado Moacir Sopelsa (MDB). 

Santa Catarina disputa a terceira posição na produção de mel com Minas Gerais, o que faz desta atividade uma importante expressão econômica. São 17 mil criadores de abelhas, sendo 9 mil apicultores e 8 mil meliponicultores, com 315 mil colmeias africanizadas, além das nativas, totalizando uma produção anual média de 6.500 toneladas, mas que já chegou a 8.000 toneladas. No estado, apenas seis municípios não possuem apicultores. 

Segundo Padre Pedro, apesar da mobilização do setor e das importantes ações desenvolvidas pela Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (FAASC), ainda falta uma política específica para o crescimento e, principalmente, para a manutenção da cadeia alimentar e da biodiversidade das abelhas. 

“Santa Catarina ocupa cada vez mais lugar de destaque com expressiva relevância econômica da atividade desenvolvida pelos apicultores e meliponicultores. Portanto, é urgente que o Estado forneça seu apoio logístico e estratégico para aumentar a produção e a produtividade da agricultura, tendo nesta atividade um vetor de qualidade, de saúde, e de singular estratégia para a segurança alimentar”, justificou o deputado. 

A importância do mel
O mel, sabemos, é um importante alimento com propriedades antimicrobianas, capaz de impedir o crescimento ou destruir microorganismos causadores de diversas doenças. Mas, muito mais que produzir mel, as abelhas são agentes essenciais para a manutenção da cadeia alimentar e da biodiversidade. Em cerca de 80% das plantas com flores, alguns animais são os responsáveis pela polinização, mas entre os animais polinizadores, nenhum é mais eficiente do que a abelha. 

Estimou-se, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, em 2004), que aproximadamente 73% das espécies vegetais cultivadas no mundo sejam polinizadas por alguma espécie de abelha.  A polinização realizada por abelhas não só permite a reprodução das plantas, mas também resulta na produção de frutos de melhor qualidade e maior número de sementes.

Assessoria de Comunicação – Dep. Padre Pedro
(48) 3221-2726
(47) 99696-0969

Comente com o Facebook