MEIs de Chapecó contam com programa gratuito de aceleração de negócios


Estão abertas até o dia 6 de outubro (quarta-feira) as inscrições de seleção para o programa Salto Aceleradora de MEIs que será realizado totalmente on-line em Chapecó. Os empreendedores interessados devem preencher formulário disponível no link https://bit.ly/aplicaçãosaltochapeco. A iniciativa é da Administração Municipal de Chapecó e do Sebrae/SC por meio do Programa Cidade Empreendedora. O Salto é operado pelo Impact Hub Floripa – uma rede global de apoio a empreendedores.

O programa de aceleração para microempreendedores individuais (MEIs) tem como objetivo o desenvolvimento profissional e pessoal de cada participante que busca desenvolver e impulsionar o seu negócio e, consequentemente, aumentar sua renda e de sua família. Durante dez semanas de formação gratuita os participantes vivenciam uma jornada com oficinas, workshops, laboratórios de troca de experiências, mentorias e interação no desenvolvimento de uma rede de networking.

De acordo com o secretário da Fazenda, Moacir Rohr, serão disponibilizadas 150 vagas para empreendedores de Chapecó. “Essa é uma oportunidade única para quem deseja acelerar o seu negócio, aumentar o número de clientes, incrementar sua renda, ampliar sua atuação e aperfeiçoar a gestão de sua empresa”, argumenta.

A pré-estreia do programa acontecerá no dia 29 de setembro (quarta-feira). A aula inaugural está prevista para o dia 13 de outubro (quarta-feira) e o demoday (encerramento) no dia 15 de dezembro. Os encontros on-line acontecerão nas quintas-feiras a noite.

Metodologia

A Metodologia do Salto combina elementos de ponta do mundo das incubadoras e aceleradoras de negócios, com foco no uso das novas mídias e no desenvolvimento profissional e pessoal. Toda técnica é adaptada ao microempreendedor individual, buscando acelerar o seu crescimento de forma sustentável.

São três etapas de aceleração – ou “saltos”, na concepção que dá nome ao programa –, com os seguintes temas: foco no autodesenvolvimento do MEI como empreendedor; foco no negócio (validação do mercado, modelagem de negócio) e foco no crescimento (desenvolvimento de planejamento estratégico e metas).

Comente com o Facebook