Guardas Municipais de Joinville realizam mais uma etapa de requalificação


Com aulas práticas de tiro policial, 36 guardas municipais de Joinville iniciaram nesta manhã mais uma etapa do processo de requalificação e aperfeiçoamento da categoria. O exercício, que ocorre durante esta semana na Escola de Segurança, Aperfeiçoamento e Formação (ESAF), no bairro Aventureiro, foi acompanhado e monitorado por instrutores formados na própria Guarda Municipal. Antes de atirar, os guardas também receberam treinamento teórico sobre armas.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Eduardo Ferraz dos Santos Sontag, o treinamento, com revólveres calibre 38 e pistolas ponto 40, integra módulo anual de capacitação previsto pela Polícia Federal. “A legislação prevê um mínimo de 80 horas ao ano de requalificação”, explica. Concluída a capacitação, relatório é encaminhado ao órgão federal para validar o porte das armas.

O exercício com armas de fogo é uma das áreas do conhecimento abordadas na carga horária da qualificação. Aulas de legislação geral, atualização em legislação de trânsito, defesa pessoal, também integram o treinamento. Todos os módulos que compõem a carga horária exigida são ministrados a título de aperfeiçoamento, uma vez que o efetivo recebeu estas instruções no período de formação.

Esse ano, a novidade será a parceria com a Secretaria de Gestão de Pessoas para instrução aos servidores sobre Comunicação e Relacionamentos e Atitude Colaborativa. A Guarda Municipal possui no quadro de servidores dois instrutores de armamento e tiro que realizam a requalificação dos GMs desde 2016. A primeira turma da guarda foi formada na Academia da Polícia Civil de Santa Catarina.

Além das armas de fogo, os guardas municipais contam com a pistola de imobilização Spark, que funciona através de choque. Joinville conta hoje com 43 guardas municipais. Eles atuam em espaços como parques, praças, imediações de escolas e outros equipamentos públicos.

Comente com o Facebook