Mais de 270 estudantes da RME passam para a última etapa da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas


Dezessete unidades educativas da rede municipal de ensino de Florianópolis passaram para a segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Os 273 estudantes estarão realizando a prova dia 6 de novembro, nesta última etapa da competição.

Em sua décima sexta edição, a OBMEP tem como organizador o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). O objetivo é estimular o estudo da disciplina.

As 17 unidades classificadas são: EBM Intendente Aricomedes da Silva (Cachoeira do Bom Jesus), EBM Batista Pereira (Alto Ribeirão), EBM Brigadeiro Eduardo Gomes (Campeche), EBM Henrique Veras (Lagoa da Conceição), EBM Mâncio Costa (Ratones), EBM Maria Tomázia Coelho (Santinho), EBM Herondina Medeiros Zeferino (Ingleses), EBM Maria Conceição Nunes (Rio Vermelho) , EBM Osmar Cunha (Canasvieiras), EBM Paulo Fontes (Santo Antônio de Lisboa), EBM Acácio Garibaldi São Thiago (Barra da Lagoa), EBM Vitor Miguel de Souza (Itacorubi), EBM José do Valle Pereira (João Paulo), EBM Luiz Cândido da Luz (Vargem do Bom Jesus), EBM Virgílio dos Reis Várzea (Canasvieiras), EBM Almirante Carvalhal (Coqueiros) e EBM Tapera (Escola do Futuro).

Só por estarem participando, e mais ainda, terem passado para a segunda etapa, a rede já está de parabéns, assinala o secretário de Educação de Florianópolis. “Nossos brilhantes estudantes e professores estão de parabéns”, complementa Maurício Fernandes Pereira.

Na última fase é aplicada uma prova discursiva, de caráter classificatório, composta por 6 questões.

No final do evento, serão premiados estudantes, professores, escolas e secretarias municipais de Educação pelos melhores desempenhos na edição. Os participantes poderão ganhar medalhas de ouro, prata, bronze e menções honrosas. Todos os medalhistas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico.

O público da OBMEP é composto de estudantes do 6º ano do ensino fundamental até último ano do ensino médio de escolas públicas e privadas brasileiras.

A olimpíada Contribui  para a melhoria da qualidade da educação básica, possibilitando que um maior número de estudantes brasileiros possa ter acesso à material didático de qualidade, identificando jovens talentos nas áreas científicas e tecnológicas. Promove também a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

No nível 1 participam estudantes do 6º e 7º ano e no nível 2 do 8º e 9º ano. São disponibilizados diversos materiais preparatórios, além de instruções para realização da prova.

Na primeira fase, que aconteceu de junho até agosto, a prova contou com 20 itens de múltipla escolha que traziam situações-problema de raciocínio lógico e conteúdo da disciplina. Em virtude da pandemia da COVID-19 esse ano a prova não aconteceu em um único dia, sendo aplicada durante o período de um mês.


Comente com o Facebook