Em evento de Neim, é defendido o direito de inclusão para todas as crianças


“Os Desafios de uma Educação para Todos” foi tema da reunião pedagógica do Núcleo de Educação infantil Municipal São João Batista, no Rio Vermelho. O evento contou com a presença do secretário municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira, da diretora de Educação Infantil, Débora Schutz, e da gerente de Educação Especial, Ana Paula Felipe.

No Neim atualmente frequentam 12 crianças com deficiência ou transtorno do espectro autista.

A professora Raquel Schappo, da sala multimeios da Escola Básica Municipal Maria Conceição Nunes, polo que atende estudantes do Neim São João Batista, enfatizou a importância da inclusão de todas as crianças no ensino regular e não somente a inserção de alguns. “É o que preconiza a proposta da rede municipal de ensino de Florianópolis”, complementou.

O trabalho realizado pelo supervisor escolar, professor Elenilzo Bomfim, carinhosamente chamado de Léo, é pautado na inclusão.  Ele desenvolve práticas pedagógicas respaldadas nos documentos da Secretaria Municipal de Educação, como a da Educação para as Relações Étnicos Raciais (Erer) e documentos que embasam a educação especial no município.

Conforme a diretora da unidade educativa, Wânia Aguiar, a equipe conseguiu realizar uma reunião pedagógica em que foram ouvidos todos aqueles que quiseram se expressar, e, ampliar conhecimentos.

Não ao decreto federal

O secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, salientou na reunião pedagógica da unidade educativa sobre a ampliação de investimento da Prefeitura para os serviços necessários quanto ao processo de inclusão das crianças com deficiência. “A rede aumentou consideravelmente o número de professores do Atendimento Educacional Especializado – AEE, contratações de professores auxiliares de Educação Especial e de salas multimeios”, disse.

Afirmou que a rede municipal vai seguir na perspectiva da educação inclusiva para todas as crianças e se posicionando contra o decreto 10.502, que instituiu uma nova política nacional de educação especial, que será votado pelo Supremo Tribunal Federal.

  

Depoimentos e apresentação

Houve também a participação da Magda Carioca que é mãe do Fábio Luiz Santos Carioca. Ele utiliza cadeira de rodas e tem baixa visão. Fábio já conquistou vários troféus, pois participa de concursos de dança e competições paralímpicas.

Magda e Fábio apresentaram sua trajetória de vida e os obstáculos enfrentados. Fábio fez ainda uma apresentação de dança, trazendo alegria, motivação e emoção a todos.

galeria de imagens


Comente com o Facebook