Projetos sociais recebem repasse de R$ 175 mil através do FIA


Cinco instituições de Chapecó foram beneficiadas com recursos oriundos do Edital 001/2021 do Fundo da Infância e Adolescência – FIA.

A oficialização do ato foi na manhã de hoje, quinta-feira, na sala de reuniões da prefeitura entre o prefeito João Rodrigues, representantes das instituições beneficiadas, o presidente da ACIC Nelson Akimoto e a Secretaria de Assistência social de Chapecó, gestora do fundo.

Dos 12 projetos apresentados, foram selecionados cinco pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA, conforme as regras do edital.

Dos R$ 175.000,00 repassados receberam, os projetos: Singularidades do GAPA, o valor de R$ 34.920,00; Tamo Junto da FUNDESTE R$ 34.352,00; Reaprendendo a Viver do Programa VIVER, R$ 29.900,00; para a ADEVOSC foi o valor de R$ 34.900,00; e o Prejeto de Capacitação Multidisciplinar da Associação de Voluntários do Hospital Regional – AVHRO, R$ 31.530,00. Todos os projetos são voltados à assistência de crianças e adolescentes vítimas de violências físicas, psicológicas e transtornos de saúde mental.

A Secretaria de Assistência Social, Elisiani Sanches destacou que “é muito importante a união do poder público com as instituições não governamentais para o enfrentamento das questões sociais relacionadas à saúde mental das nossas crianças e adolescentes, sobretudo neste momento pós pandêmico”.

Podem contribuir para o Fundo da Infância e Adolescência empresas pagadoras de impostos com lucro real, que através dos meios legais, destinem a parte devida do tributo arrecadado para a instituição ou programa que desejar, conforme os editais abertos.

“O que muitos não sabem é que além dos CNPJs com lucro real, toda Pessoa Física pode destinar até 8% do seu IR para algum projeto social. Nosso empenho através da ACIC tem sido orientar empresários e seus contadores quanto à forma correta de destinar a contribuição, e conscientizá-los do impacto positivo desse gesto na sociedade”. Esclareceu Nelson Akimoto.

Periodicamente o CMDCA convoca as instituições beneficiadas pelos editais para prestarem esclarecimentos e mostrarem o que está sendo feito com os recursos recebidos, fato que, além de demonstrar transparência no processo, fomenta a adesão de mais pessoas e empresas.

Comente com o Facebook