Avança projeto sobre vandalismo em escolas

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News


Cadeiras e mesas quebradas. Equipamentos danificados. Paredes pichadas. Avança na Alesc  um  projeto de lei do deputado Ivan Naatz (PL) que obriga o aluno responsável pelos danos , ou seus pais, a pagar pelos prejuízos causados no ambiente escolar.  A proposta já passou pela  Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e  Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público, seguindo agora para análilse da Comissão de Educação, antes da votação final em plenário.

O texto do projeto prevê ainda que a direção da escola  deverá registrar a ocorrência em uma delegacia, com fotos ou vídeos que comprovem a ação. O objetivo é diminuir os atos de vandalismo e violência nas escolas públicas de Santa Catarina.

“É necessário colocar um freio a atos de violência e vandalismo praticados alunos  que não respeitam seus professores e muito menos a integridade  da unidade de ensino que frequentam”, justifica o deputado  Naatz, exemplificando o aumento de ocorrências do gênero por todo país e estado, além de acrescentar que a Constituição Federal permite que os  estados legislem  de forma concorrente com a União  quando se trata de temas relacionados à educação.

* Comunicação Gabinete- Em 07 -09 – 21

Comente com o Facebook