Capital paulista vacina contra a covid-19 em sete parques

Sete parques da capital paulista terão vacinação contra a covid-19 neste domingo (29) até as 17h. A primeira dose será oferecida para adolescentes com idade entre 12 e 17 anos com comorbidades ou deficiência permanente, além de grávidas e puérperas. A segunda dose pode ser tomada por todo o público elegível. O imunizante também será aplicado em megapostos e farmácias parceiras.Notícias de Santa Catarina - SC HOJE NewsNotícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Na zona sul, a vacinação será no Parque do Guarapiranga. Para quem mora na zona leste, são dois locais: Parque do Carmo e Parque Ecológico do Tietê. Na zona oeste, o posto é o Parque Villa-Lobos. Na região sudeste, o Parque da Independência; na zona norte, o Parque da Juventude; e na região central, o posto de vacinação é o Centro Esportivo de Esportes Radicais.

Para quem preferir procurar um dos 20 megapostos (confira a lista completa aqui), apenas o Allianz Parque e o Clube Paineiras não funcionarão neste domingo. As farmácias parceiras estão na Avenida Paulista, nos números 2.371 e 266, e funcionam até as 16h.

Vacinação

De acordo com Secretaria Municipal de Saúde, até as 17h desse sábado (28), 34.756 doses foram aplicadas em adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, com comorbidades, deficiência permanente, gestantes e puérperas. Esse montante representa 24% desse público, que é estimado em 140,8 mil pessoas.

Na cidade de São Paulo, foram aplicadas 14,1 milhões de doses da vacina contra a covid-19 até o momento, sendo 9,2 milhões de primeira dose. Mais de 4,5 milhões completaram o esquema vacinal com a segunda dose e 320,9 mil tomaram o imunizante de dose única.

Próxima etapa

Nesta segunda-feira (30), começam a ser vacinados adolescentes de 15 a 17 anos sem comorbidades, um público estimado em 411,6 mil pessoas. A prefeitura aponta que a vacina da Pfizer é a única liberada, até o momento, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação em menores de 18 anos.

Quem tem entre 12 e 14 anos, sem comorbidades, pode se cadastrar na Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para receber doses remanescentes, conhecida como xepa.

Documentos

No momento da vacinação, é necessário apresentar documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Também deve ser apresentado um comprovante de endereço da cidade de São Paulo, de forma física ou digital. Para adolescentes, são aceitos documentos em nome dos pais.

No caso de pessoas com deficiência, é necessário laudo médico que ateste a condição, cartão de gratuidade no transporte público ou documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas. É possível apresentar ainda o documento oficial de identidade com a indicação da deficiência.

Se não houver documento comprobatório da deficiência, é possível assinar uma autodeclaração. O modelo de autodeclaração pode ser encontrado no site da prefeitura.

Comente com o Facebook