Hidrocaldas se prepara para revolucionar turismo da Grande Florianópolis

Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News


Direção da Companhia, prefeito e vice-prefeito de Santo Amaro da Imperatriz e secretária adjunta de Estado da Fazenda e adjunto da Casa Civil se reuniram com deputado Marcos Vieira para tratar das ações em conjunto

Santo Amaro da Imperatriz está se preparando para se tornar referência mundial no tratamento de saúde, por meio da água termal. Para isso, o governo do Estado, com o secretário-adjunto da Casa Civil Juliano Chiodelli, a secretária-adjunta da Fazenda Michele Roncalio, o prefeito de Santo Amaro da Imperatriz Ricardo Costa, o vice-prefeito Adailton Machado e a nova direção da companhia Hidrocaldas se reuniram com o deputado Marcos Vieira (PSDB), nesta segunda-feira (16), na Alesc.

A estância termal mais antiga do Brasil é administrada pela Companhia Hidrocaldas e, até 2017, fazia parte da Companhia de Desenvolvimento de Santa Catarina (Codesc). Com a extinção da Codesc, em 2017, e por meio do Projeto de Lei 37, de autoria do deputado Marcos Vieira, o governo do Estado ficou autorizado a transferir as ações da Hidrocaldas para a prefeitura de Santo Amaro da Imperatriz.

Esta autorização aconteceu em 2020 pelas mãos do governador Carlos Moisés da Silva. “Santo Amaro esteve prestes a perder seu maior patrimônio em um leilão, então o deputado Marcos Vieira se empenhou em encontrar a solução para este problema e o governo do Estado agiu e evitou essa derrota”, explicou a secretária-adjunta da Fazenda Michele Roncalio.

Além disso, a prefeitura de Santo Amaro deixou de pagar R$ 70 mil ao mês de dívidas. “O prefeito da época Edésio Justen nunca atrasou uma prestação dessa dívida milionária e sempre fez de tudo o que estava ao seu alcance para viabilizar a companhia, mas anos e anos de descasos resultaram nesse problema”, disse o deputado Marcos Vieira.

A nova direção da Hidrocaldas, que tomou posse no dia 28 de julho de 2021, está fazendo todos os levantamentos financeiros e patrimoniais para que a estância possa voltar a operar normalmente. “Estamos capacitando 30 profissionais, em conjunto com a Universidade Federal, em um processo pioneiro no Brasil, e vamos atrair turistas do mundo todo, pois a água de Santo Amaro tem minerais que ajudam no tratamento de saúde e também em tratamentos estéticos”, explicou o prefeito Ricardo Costa.

De acordo com o secretário-adjunto da Casa Civil Juliano Chiodelli, o governo do Estado tem todo o interesse em desenvolver as bases para transformar o município e beneficiar Santa Catarina. “Para isso, o governador Carlos Moisés, também numa iniciativa do deputado Marcos Vieira e do secretário da Fazenda Paulo Eli, já destinou R$ 3 milhões para desenvolver um projeto com a Santur que servirá de piloto para todas as outras regiões”, disse Chiodelli.

Para o deputado Marcos Vieira, Santo Amaro tem todo o potencial para ser um polo de turismo nacional. “Por isso tem que ser feito parceria com a iniciativa privada e trazer redes de hotéis, ampliar o número de leitos e pensar em uma rodovia turística que também beneficie toda a Grande Florianópolis”, analisou o deputado.

O vice-prefeito de Santo Amaro Adailton Machado encerrou o encontro agradecendo o empenho do deputado Marcos Vieira. “As termas são um filho de Santo Amaro e nenhum santoamarense gostaria de ver a nossa maior riqueza indo embora, mas temos que reconhecer se não fosse o deputado Marocs Vieira e o governador Carlos Moisés, era isso que iria acontecer”, completou o vice-prefeito.

Uma nova reunião foi marcada para a segunda quinzena de setembro para que o diretor presidente Flávio Hamann e sua equipe possam apresentar o levantamento completo da estância.

“Santa Catarina tem atrativos em todas as regiões do Estado e precisa se adaptar e capacitar para trazer turistas do mundo todo”

Marcos Vieira – Deputado Estadual

“O governo do Estado agradece a preocupação do deputado Marcos Vieira em ajudar a solucionar um problema que se arrastava havia muito tempo”

Juliano Chiodelli- – Secretário Adjunto da Casa Civil

“Queremos ajudar a desenvolver o turismo no Estado, trazendo renda e dando visibilidade para a região de Santo Amaro da Imperatriz”

Michele Patricia Roncalio – Secretária-adjunta da Fazenda SC

“A água termal é rica em minerais que ajudam no tratamento de saúde e é o nosso maior patrimônio”

Ricardo Costa – Prefeito de Santo Amaro da Imperatriz

“Finalmente com a ajuda do deputado Marcos Vieira vamos revolucionar Santo Amaro e com certeza ajudaremos o Estado a ficar ainda mais conhecido”

Adailton Machado – Vice-Prefeito Santo Amaro da Imperatriz

“Temos uma grande missão que é a de sanear a companhia e a levar turistas para conhecerem a água termal que é reconhecida mundialmente”

Flávio Hamann – Diretor Presidente Hidrocaldas

História
Em 18 de março de 1818, Dom João VI baixou um decreto determinando a construção de um hospital devido às propriedades terapêuticas das águas.

Em 1845, Dom Pedro II e a imperatriz Thereza Cristina visitaram o município de Santo Amaro. Com a passagem do casal pela região, foi determinada a construção da primeira estância termal do Brasil e o local recebeu o nome de Caldas da Imperatriz.

Entenda o caso
A partir da década de 1970, o local passou a ser administrado pela Companhia Hidromineral Caldas da Imperatriz.

Em 7 de novembro de 1996, a prefeitura de Santo Amaro da Imperatriz firmou contrato com a Codesc para comprar a participação societária da Companhia nas Caldas.

Em agosto de 2017, através da Lei 17.220, de autoria do deputado Marcos Vieira e sancionada pelo então governador Raimundo Colombo, que extinguiu a Codesc, a Companhia Hidrocaldas voltou a ter o Estado como maior acionista. Na mesma lei, também foi solicitada – a pedido do prefeito Edésio Justen – a doação da estrutura ao município e o perdão da dívida do local com o Estado e a União.

Em 5 de abril de 2018, foi firmado o termo de devolução de capital nº 003/2018, que transferiu ao Estado a participação acionária que a Codesc detinha junto à Companhia Hidrocaldas e ao Hotel Plaza Caldas da Imperatriz.

Em fevereiro de 2019, passou a tramitar na Assembleia Legislativa um novo projeto do deputado Marcos Vieira solicitando que o Estado fizesse a doação ao município de Santo Amaro da Imperatriz das ações na Companhia Hidrocaldas.

Em 10 de setembro de 2020, o governador Carlos Moisés e o secretário da Fazenda Paulo Eli, em audiência com o deputado Marcos Vieira, o prefeito Edésio Justen e outras lideranças de Santo Amaro da Imperatriz, autorizaram que o Estado faça o saneamento das dívidas fiscais e trabalhistas.

Em 28 de julho de 2021, toma posse a nova diretoria da Hidrocaldas.

Em 16 de agosto de 2021, na Alesc, governo, Hidrocaldas, prefeitura de Santo Amaro da Imperatriz e deputado Marcos Vieira promovem reunião de trabalho para definição de ações.

Comunicação Deputado Marcos Vieira – PSDB

Giancarlo Baraúna

(48) 9 9919-0691
Rodrigo Braga

(48) 9 9919-0592

Facebook: www.facebook.com/deputadomarcosvieira
Instagram: deputadomarcosvieira

Comente com o Facebook