Em tempos de intensa e febril tecnologia

FEBRIL TECNOLOGIA

Em tempos de intensa e febril tecnologia, poucos se dão conta das dores ocultas que vitimam milhões.
Ignoram os internautas ansiosos que do outro lado da tela azul vidas estão assinaladas pelos aguilhões de indescritíveis sofrimentos.
Aplicativos e redes sociais, estimuladoras de encontros e reencontros de pessoas solitárias não conseguem filtrar a amargura de muitos que se lançam nessas salas virtuais, buscando fugir da solidão que as consome.
Vive-se um momento dramático das aparências, ocultando a essência, que permanece esfaimada de afeto e investimento de valores acima das conjunturas transitórias da matéria ou do jogo das ilusões.
O excesso de agitação e movimentação na rede mundial enseja válvula de escape para muitas almas imaturas, a buscarem permanente acesso e navegação, tentando ocultar de si e dos demais a imensa fragilidade emocional de que se vê possuído.
Psicopatas e assaltantes da paz alheia identificam essas vítimas em potencial e sobre elas desejam bem urdidos golpes, lhes furtando senhas e valores expressivos.
E aquilo que já estava ruim, para muitos fica pior.
Especialistas na área da saúde mental e estudos bem fundamentados de psicólogos e sociólogos são enfáticos ao proporem uma moderação, fruto de uma educação bem trabalhada, no campo dos relacionamentos virtuais, evitando a exposição excessiva da vida privada a terceiros, cujas intenções ignoramos.
Orientar pais e tutores para que acompanhem com zelo e cuidado o acesso de filhos aos grupos e sites, impedindo que a criança, na sua inocência e sob manipulação de mentes perversas, oferte acesso a dados da vida familiar, colocando a vida de todos em risco.
E somente uma educação no manuseio destas ferramentas modernas poderá assegurar que elas sejam bem utilizadas, evitando a fadiga visual, a enxaqueca por excesso de exposição e o afastamento da vida real. Já se percebe claramente que milhões de internautas estão segregados no lar, reféns da viciação destruidora, que os impede de sair às ruas para manter contatos presenciais com as demais criaturas.
Optaram pela construção de tribos virtuais, onde filtros e aplicativos inteligentes conseguem corrigir a fealdade facial, elaborando corpos apolíneos e faces de porcelana, em contraste com a realidade vivida.
O indivíduo se projeta no que gostaria de ser, olvidando quem realmente é.
Busca seres encantados nas redes de encontros amorosos, muitas vezes sendo impactado
desagradavelmente quando encontra com a pessoa real, descobrindo que o príncipe, em verdade, é um sapo.
Frustrações e amarguras tomam conta destas vidas.
Sites estimulam ao suicídio.
Outros, promovem a vulgaridade, chumbando seus aficionados aos interesses rasteiros. Certamente que nem todos navegam seus barcos nesse mar de lodo. Há muitos sítios eletrônicos de beleza ímpar, convidando à elevação de propósitos. Grupos em oração, cerimônias religiosas de alto valor espiritual, músicas clássicas em arquivos de estesia incomparável, informações médicas que salvam vidas.
Entretanto, constata-se que a grande massa opta ainda pela notícia ligeira, destituída de profundidade, o fake news que se espalha como erva daninha eletrônica e os escândalos, a consumirem a vida das proclamadas celebridades.
Seja o que seja seu uso, a ferramenta virtual é uma benção incomparável.
Chegou para aproximar pessoas, promover libertação da ignorância e acelerar o progresso intelecto-moral, quando bem utilizada.
Que faria Jesus se vivesse fisicamente em nosso tempo com essas alavancas?
Quantas vidas seriam orientadas por Ele de maneira virtual, ante a impossibilidade espacial de estar com todos?
Pensa nisso quando estiveres defronte da tela azul.
Uma frase digitada pode promover no outro o resgate da esperança, a reconquista da paz perdida e o encorajamento para as lutas existenciais. Um texto produzido em momento de crise pode ocasionar consequências imprevisíveis.
Fazes bom uso da rede mundial de computadores, e quando não saibas o que dizer, destaca uma flor ou anexa uma música digna, sempre fazendo aos outros o que desejas que os demais te façam.
Marta
17.08.2021
Psicografia de Marcel Cadidé Mariano
Centro Espírita caminho da Redenção
Mansão do Caminho
Salvador

Leia ainda:  Quando se chega ao crepúsculo da existência, o problema do ser, do destino e da dor

Em tempos de intensa e febril tecnologia
turismoonline.net.br – O portal do turismo, hotelaria, gastronomia, cultura, destinos e viagens – Anuncie aqui: [email protected]

Siga este jornalista e fotógrafo no Instagran: @jeff_severino

No Youtube também!
Fotos: Divulgação / Jefferson Severino / Assessorias de Imprensa / Arquivos Pessoais
Fontes: Assessorias de Imprensa

Leia ainda:

Hotelaria de Balneário Camboriú demonstra retomada do turismo

Turismo de qualidade e luxo são maiores do que antes da pandemia

Hotéis em Santa Catarina proporcionam atividades e exercícios ao ar livre

O post Em tempos de intensa e febril tecnologia apareceu primeiro em Turismo On-Line.

Comente com o Facebook