Alunos participam mais ativamente das escolas municipais por meio do Grêmio Estudantil em Criciúma


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A Secretaria Municipal de Educação está proporcionando aos seus alunos uma experiência política completa por meio dos Grêmios Estudantis. A partir deste ano, serão formados 28 grêmios nas escolas municipais com anos finais (6º ao 9º ano). O objetivo é que o aluno tenha uma interação com âmbito escolar, na participação de decisões, debates, exercer a cidadania e a luta pelos direitos estudantis. Até o momento, 15 grêmios já foram definidos em votação nas unidades.

 

“A nossa intenção é que os alunos se sintam mais perto das escolas e participem dos processos. Os Grêmios Estudantis estão movimentando as nossas unidades de ensino e podemos ver a empolgação dos estudantes para formar as chapas, montar as suas propostas e também na hora da votação”, frisou o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim.

 

A iniciativa iniciou em maio deste ano com a escolha de professores para auxiliar os alunos. Cada grêmio é formado por dez estudantes, entre presidente, vice-presidente, secretário-geral, tesoureiro, diretor social, diretor de imprensa, diretor de esportes, diretor de cultura, diretor de saúde e meio ambiente e diretor de combate a discriminação.

“Os grêmios estão mais perto das escolas e podem passar o dia no local, ajudar na decoração da escola e nos cuidados sanitários. Eles também podem propor atividades de dança, uma apresentação de teatro, organização de gincanas, visitas em museus e exposições, por exemplo. Também já são feitos encontros semanais para discutir as demandas”, completou a coordenadora pedagógica, Zulma Nascimento Guidi.

 

Os grêmios são compostos por alunos do 5º ao 8º ano e os estudantes do 9º ano tem a responsabilidade de fiscalizar as campanhas das chapas. “Queremos também montar os grêmios para os alunos do 1º ao 5º ano. O Grêmio Estudantil vem para ampliar a participação dos estudantes nas decisões da escola, de forma responsável e comprometida”, frisou o secretário.

Comente com o Facebook