23º Fenatib descerra as cortinas na internet


A programação teatral deste fim de semana estará recheada de opções. O desfile de atrações começa nesta quinta-feira, dia 19 de agosto, com a abertura do 23º Festival Nacional de Teatro para Crianças e Jovens (Fenatib). A edição deste ano vai homenagear o naturalista Fritz Müller pela passagem dos 200 anos de seu nascimento. Estão previstas duas atrações nesse sentido, sendo que a primeira delas será compartilhada com o público logo após a abertura do festival, às 20h. O espetáculo O Príncipe dos Observadores – Fritz Müller é uma adaptação da obra sobre o imigrante alemão. Além de cativante, a mensagem transmitida neste monólogo é acessível a todas as faixas etárias. A direção é de Teresinha Heimann e Giba de Oliveira. A faixa etária é Livre.

O espetáculo é dedicado ao pesquisador e cientista alemão que veio ao Brasil em 1852, instalando-se no Vale do Itajaí e posteriormente em Desterro (Florianópolis). Ali desenvolveu a comprovação da teoria evolucionista de Charles Darwin, a partir dos crustáceos que encontrava em seu caminho na Praia de Fora, que lhe conferiu grande destaque nos meios científicos europeus. Foi cidadão exemplar, professor e juiz de paz e intendente municipal, deixando um extenso legado em pesquisas científicas e estudos inovadores sobre a fauna e flora catarinenses.

No dia 22 de agosto, entra em cena mais uma homenagem que conta a história de Fritz Muller. No espetáculo, o Grupo Lambe-Lambe volta à colônia de Dr. Blumenau em meados do século XIX. Nessa época havia um imigrante alemão que tinha um olhar especial para a flora e fauna da região. Sua fascinação, suas observações e sua história são reveladas nesta breve história. “O Fenatib deixa mais uma semente de consciência ambiental, respeito ao ambiente e dedicação à ciência quando celebra a vida e a obra de Fritz Müller”, salienta o secretário municipal de Cultura de Blumenau, Sylvio Zimmerman Neto.

Acompanhe todas as atrações e informações no site do Instituto de Artes Integradas (Inarti) – www.inarti.org.br – e nas redes sociais da Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais de Blumenau (SMC).

Programação

20 de agosto, sexta-feira

Espetáculo: O romance do Pavão Misterioso

Grupo: Mamulengo Sem Fronteiras (Brasília/DF)

Autoria: Adaptação do cordel de José Camelo de Melo

Direção: Chico Simões

Faixa etária: A partir de 3 anos

Horário: 10h

Duração: 50 min

Sinopse: O enredo do Romance do Pavão Misterioso é a aventura de um rapaz, chamado Evangelista, que ao contemplar a beleza de Creuza, donzela conservada prisioneira pelo conde (seu pai), sente-se invadido por um forte desejo: resgatar a moça do sobrado do conde. Evangelista foge com Creuza, ajudado por um pavão mecânico, construído por um cientista. O pavão insere-se numa complexa simbologia: signo solar, do fogo, da beleza, do poder de transmutação e vistosidade. Sua releitura, feita por Chico de Assis e Chico Simões, traz modernidade ao enredo.

21 de agosto, sábado

Espetáculo: Qual é o meu nome, mamãe?

Grupo: Cegonha – Bando de Criação (Rio de Janeiro/RJ)

Autoria: Vida Oliveira

Direção: Vida Oliveira

Faixa etária: A partir de 4 anos

Horário: 10h

Duração: 45 min

Sinopse: Mãe e filho são obrigados a deixar o país de origem em busca de sobrevivência. A história dessa viagem – desde a despedida de casa, passando pela travessia, até a chegada em um novo lugar para morar – é contada pelo olhar genuíno de uma criança. Qual é o meu nome, mamãe? é um espetáculo infantil de texto inspirado pelo premiado livro My name is not Refugee, de Kate Milner. O espetáculo, indicado ao Prêmio CBTIJ 2019 nas categorias Melhor Projeção Cênica e Trabalho de Formas Animadas, usa elementos de circo, poesia, teatro de animação e projeção em vídeo, marca do trabalho do Grupo Cegonha – Bando de Criação.        

21 de agosto, sábado

Intervenção: Pequenas Porções de Tempo

Produções Artísticas (Movimento 161) – Curitiba/PR

Horário: 15h – Parque Ramiro Ruediger

Autoria: Claudio Fontan

Direção: Claudio Fontan

Faixa etária: A partir de 7 anos

Duração: 30 min

22 de agosto, domingo

Intervenção: Pequenas Porções de Tempo

Produções Artísticas (Movimento 161) – Curitiba/PR

Horário: 11h – Rota de Lazer, na Rua XV de Novembro

Autoria: Claudio Fontan

Direção: Claudio Fontan

Faixa etária: A partir de 7 anos

Duração: 30 min

Sinopse: Inspirado no livro “Sonhos de Einstein”, de Alan Lightman, publicado em 1993. Trata de linhas históricas e biológicas através do contato com o desconhecido nos parques, praças e ruas. É um meio de promover uma ruptura no cotidiano dos passantes, causar surpresa, curiosidade, provocar a relação com o outro, um momento de jogo e intensa troca com o público. Trata-se de uma performance corporal com personagens fabulosos que provocam a física, levando “Porções de Tempo” para esses espaços, em suas diferentes dimensões. Os três seres que se movem são como extraterrestres que podem transmitir informações e vivências através desse contato visual. São linhas de tempo que se cruzam no momento presente, atualizando-o.

22 de agosto, domingo

Espetáculo: A História de Fritz Müler

Grupo: Lambe-Lambe (Blumenau/SC)

Autoria: Priscila Gilinski Machado e Rafael Leandro de Souza

Direção: Priscila Gilinski Machado

Faixa etária: A partir de 3 anos

Horário: 9h55

Duração: 3 minutos e 20 segundos

Sinopse: A história de Fritz Müller: Em meados do século XIX, na colônia de Dr. Blumenau, havia um imigrante alemão que tinha um olhar especial para a flora e fauna da região, sua fascinação, suas observações e sua história são reveladas nesta breve história.

22 de agosto, domingo

Espetáculo: Juvenal Pita e o Velocípede

Grupo: Pandorga Companhia de Teatro (Rio de Janeiro/RJ)

Autoria: Cleiton Echeveste

Direção: Cadu Cinelli

Faixa etária: A partir de 4 anos

Horário: 10h

Duração: 55 min

Sinopse: O ponto de partida de “Juvenal, Pita e o Velocípede” é o universo da memória e de como nos relacionamos com a passagem do tempo, as marcas e impressões deixadas pela infância. Como mote inicial, ao entrar no teatro o público encontra em cena Juvenal, cerca de 40 anos de idade. Ele faz um levantamento, um inventário de lembranças e de um objeto que fez parte da sua infância e o marcou em definitivo: o velocípede que seu tio construiu especialmente para ele. É a bordo do seu velocípede que ele viveu as maiores aventuras, ao lado de uma grande parceira e amiga, Pita. Um teatro foi o lugar escolhido por Pita para reencontrar o amigo de infância que ela não vê há 30 anos. Enquanto espera a amiga chegar ao teatro, ele relembra diversas histórias dos tempos de criança: como ele recebeu o nome Juvenal, o dia em que ganhou o velocípede do tio, a paixão pelo personagem japonês Ultraman, como ele conheceu a Pita, entre outras.

23 de agosto, segunda-feira

Espetáculo: Missiva (Lambe-Lambe)

Grupo: Cia. Mútua (Itajaí/SC)

Criação, roteiro, estética e animação: Mônica Longo

Mecanismos e iluminação: Guilherme Peixoto

Sonoplastia: Fernando Spessatto

Estrutura: Edson Wessler

Arte gráfica: Mônica Longo e Leandro de Maman

Duração: 2 minutos

Indicação etária: 10 anos

Sinopse: As mensagens em garrafas estão pelo mundo, jogadas ao sabor das ondas. Que fim elas levam… vão ao fundo ou encalham? Espetáculo inspirado nessas garrafas sem destino, que navegam pelos mares à procura de alguém que as decifre. A história é encenada dentro de uma garrafa e o público é convidado a espiar pelo gargalo. Toda a estética foi concebida a partir das cartas, bilhetes e recados recebidos pela autora.

23 de agosto, segunda-feira

Espetáculo: O garoto que virou TV

Grupo: Trupe dos Cirandeiros (Goiânia/GO)

Autoria: Marcelo Renato Silveira

Direção: Altair de Sousa

Faixa etária: A partir de 4 anos

Horário: 10h

Duração do espetáculo: 50 min

Sinopse: É de forma lúdica e bem humorada que o texto escrito pelo autor Marcelo Renato Silveira com adaptação e montagem da Trupe dos Cirandeiros retrata a interatividade humana que se decompõe na presença da tecnologia que foi justamente criada para o propósito de aproximar vida. E assim com humor e leveza, o espetáculo narra a vida de um garoto que de tanto ficar grudado na televisão e conectado as redes sociais, acaba por viver sua própria realidade na TV, transformando os amigos, a família e os colegas de escola em personagens de filmes, series, desenhos animados, entre outros.

23 de agosto, segunda-feira

Espetáculo: A Saudade

Grupo: Lambe-Lambe (Santos/SP)

Autoria: Pedro Cobra

Direção: Pedro Cobra

Faixa etária: A partir de 5 anos

Horário: 15h25

Duração: 5 min

Sinopse: Construída somente pelas ações de um boneco manipulado, com a trilha sonora e com o espaço de dentro da caixa do Lambe-Lambe, a dramaturgia apresenta um ser solitário que percebe um grande buraco no peito. Buscando a razão de sua solidão numa carta, o boneco se vê entre ficar e partir, entre a espera do retorno e a busca deste motivo, desta pessoa, deste tempo, momento ou lugar que alimentam e saciam esta falta: sua saudade.

23 de agosto, segunda-feira

Espetáculo: Quando a criança era criança

Grupo: MKV Produções (Curitiba/PR)

Autoria: Letícia Rosa

Direção: Maurício Vogue

Faixa etária: A partir de 3 anos

Horário: 15h30

Duração: 45 min

Sinopse: O espetáculo mescla, com certa nostalgia, o universo fabuloso e sonhador de um garoto que cresceu viajando com uma trupe de teatro, ao dos modernos recursos eletrônicos que invadem a vida das crianças de hoje. Essa fusão de dois tempos diferentes – passado e presente – permite a possibilidade de comunicação com crianças e adultos. Adultos ainda conservam em si as sensações do seu tempo de criança? Nos parece que sim. Em algum ponto, a essência do ser permanece intacta. Por isso, o espetáculo se comunica não somente com crianças, mas também com pais e adultos que, de maneira direta ou indireta, atuam no seu desenvolvimento. Assim, nasce um trabalho artístico que fala de assuntos de extrema importância na criação das crianças, com um toque especial de poesia.

24 de agosto, terça-feira

Espetáculo: Napoleão

Grupo: Pavilhão da Magnólia (Fortaleza/CE)

Autoria: Marcelo Romagnoli

Direção: Marcelo Romagnoli

Faixa etária: A partir de 10 anos

Horários: 10h

Duração: 50 min

Sinopse: Napoleão é um menino tímido e com um ótimo futuro. Seu sonho é cantar e sua maior aventura é tentar entender o mundo ao seu redor. Ele é um herói escondido dentro de nós. A peça fala da infância contemporânea e os desafios que ela proporciona à família e à educação. O texto e a direção são de Marcelo Romagnoli (SP). Estreou 9º Festival Internacional de Teatro Infantil do Ceará (TIC).

24 de agosto, terça-feira

Espetáculo: A sua voz – uma peça sobre Malala (contação de história)

Grupo: Mar Cultural (Florianópolis/SC)

Autoria: Maria Amélia Gimmler Netto e Raquel Stüpp

Direção: Maria Amélia Gimmler Netto

Faixa etária: A partir de 6 anos

Horários: 15h30

Duração: 35 min

Sinopse: Uma encenação voltada para escutar e dar voz às crianças. Por meio de contação da história da vida da corajosa menina paquistanesa Malala, as criadoras convidam o público a presenciar um acontecimento sensível que trata do direito à educação para todos.

25 de agosto, quarta-feira

Espetáculo: Emaranhada

Grupo: Amarilis Irani (São Paulo/SP)

Autoria: Luan Valero

Direção: Márcio Moura

Faixa etária: A partir de 5 anos

Horário: 10h

Duração: 45 min

Sinopse: MAVI é uma curiosa inventora de palavras. É uma menina muito esperta e dona de uma cabeleira enorme. Em seu solitário mundo, ela observa tudo à sua volta, enquanto cresce e aprende. Um dia seu mundo se transforma num emaranhado. Fica sem a avó que a criava e cercada por estranhos que alisam seu cabelo e a transformam em alguém que ela mesma não reconhece. Assustada, a menina foge para longe de tudo e para perto de si mesma numa viagem de aventura, enfrentamentos e descobertas.

25 de agosto, quarta-feira

Espetáculo: O outro lado da ponte (contação de história)

Grupo: Detalhe Teatro (Blumenau/SC)

Autoria: O Grupo, inspirado no livro “A Ponte” de Heinz Janisch

Direção: Dudu Hilcher e Jean Massanero

Faixa etária: A partir de 5 anos

Horário: 15h30

Duração: 25 min

Sinopse: Em cena um ator e uma atriz contam a história de um rio, uma ponte e dois povos. Do lado de Guimbuta, os Guimbutões tinham fartura de água e pouca comida. Do lado de Bronzinia, os Brônicos tinham fartura de comida e pouquíssima água. Negociavam e trocavam através do rio e dos tempos. Em algum momento da história desses povos algo mudou.

26 de agosto, quinta-feira

Espetáculo: A Dita

Grupo: Cia. de La Curva (Chapecó/SC)

Autoria: Pericles Anarckos

Direção: Reveraldo Joaquim

Faixa etária: A partir de 9 anos

Horário: 10h

Duração: 45 min

Sinopse: Linha da vida, fio da memória, traço de esperança, risco. Quantas palavras serão escritas para que se escute o silêncio? Qual a bagagem necessária para criar-se um ponto de vista? De passagem por nosso mundo tão excêntrico, ela precisa zelar para que cada ser fie seu próprio destino.

26 de agosto, quinta-feira

Espetáculo: Dona Maria, a Louca (leitura dramática)

Autoria: Antonio Cunha

Direção: Antonio Cunha

Faixa etária: A partir de 16 anos – adulto

Horário: 15h30

Duração do espetáculo: 40 min

Sinopse: Baía da Guanabara, Rio de Janeiro, fevereiro de 1808. Surge em frangalhos a frota que, saída de Lisboa às pressas na manhã de 27 de novembro de 1807, rasgara desordenadamente o Oceano Atlântico fugindo da invasão napoleônica. Em uma das naus está Dona Maria I, a rainha louca. Relutante em descer da embarcação até que chegue a nau de seu filho, o Príncipe Regente D. João, Dona Maria permanece três dias embarcada. Em companhia de sua aia preferida, Dona Maria vê estranheza, desordem, insanidade diante de si, exatamente o que vêem os seus súditos quando diante dela. Para Dona Maria “a louca”, o mundo que ora se lhe apresenta é intrigantemente “louco”. Neste cenário, onde, solitária e distante das regras que permeiam a sua condição de monarca, espectadora privilegiada e ao mesmo tempo personagem principal, Dona Maria revisita a sua própria tragédia, que não deixa de ser também um pouco da tragédia de todos nós.

27 de agosto, sexta-feira

Espetáculo: Mani Manioca

Grupo: Las Brujas Cia. de Teatro e Artes Integradas (Porto Alegre/RS)

Autoria: Lolita Goldschmidt

Direção: Paulo Fontes e Lolita Goldschmidt

Faixa etária: A partir de 4 anos

Horário: 10h

Duração: 35 min

Sinopse: Os amigos Nine, Lilica e Neni em meio a suas brincadeiras levam o público a um encontro com o lado doce da contação de histórias. Os povos originários são trazidos para cena através da imagem de guerreiros, de arco e flecha, animais ferozes e uma natureza exuberante. A lenda da Mandioca começa a ser contada e com ela surge a figura de Mani, uma indiazinha que nasce muito diferente de todos do lugar em que vivia. Com ela são tratados temas como o nascimento, a morte, o ciclo da vida e a aceitação das diferenças. A história cheia de poesia, graça e humor aguça a criatividade dos pequenos em uma experiência sensível para todos.

27 de agosto, sexta-feira

Espetáculo: A Fada Sonhadora (contação de história)

Grupo: Lu May e Ruth Rodrigues (Blumenau/SC)

Autoria: Baseado no Livro A Fada Sonhadora de Nana Toledo

Faixa etária: A partir de 1 ano

Horários: 15h30

Duração: 25 min

Sinopse: Esta é a história de uma fada sonhadora e ousada e de um duende sapeca e orelhudo. Os dois estão sempre em busca de novas aventuras, mas a fada queria algo inusitado, realizar o maior dos seus sonhos que era voar na vassoura de uma bruxa em noite de lua cheia. Então os dois amigos se unem, mas será que eles conseguirão realizar o sonho da fada?

22, 23 e 24 de agosto, domingo, segunda e terça-feira

Horário: 15h

Espetáculo: Show Musical de Marionetes

Autoria: Beto Malabares e Rosinha Walter

Direção: Beto Malabares

Locais: Espaços Alternativos

Duração: 15 min

Sinopse: O “Show Musical de Marionetes” de Beto Malabares e Rosinha Walter, completa um ciclo de estudos sobre o teatro de bonecos, gestado por eles no espetáculo “Brincando com Lixo”, com a proposta de trabalhar os bonecos com lixo reciclável e pensar uma dinâmica da cultura popular na contemporaneidade. O espetáculo apresenta referências empíricas do uso e manipulação do boneco e contempla um novo olhar sobre a confecção dos personagens.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

postada em 18/08/2021 17:06 – 17 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook