Florianópolis e Abree cooperam para reciclar eletroeletrônicos e eletrodomésticos


A Prefeitura de Florianópolis já recolhe em média 5 toneladas por mês de eletroeletrônicos, mas agora, em cooperação com a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), passa a certificar nacionalmente a destinação desse e-lixo e acopla eletrodomésticos ao sistema de logística reversa. Com a inclusão na reciclagem de todos aparelhos que são plugados na tomada, o volume destinado adequadamente deve pelo menos dobrar na capital catarinense.  

Resíduos eletroeletrônicos e eletrodomésticos são recebidos nos Ecopontos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smma) Comcap e recolhidos em todos os domicílios de Florianópolis por meio de agendamento. A destinação ambientalmente adequada dos resíduos eletroeletrônicos está adiantada pelo menos cinco anos em Florianópolis por conta da parceria entre a Comcap, o Comitê Para Democratização da Informática (CPDI-SC) e a Weee.do, empresa especializada na manufatura reversa (desmanche, triagem e destinação ambientalmente correta) de equipamentos de informática e outros resíduos eletroeletrônicos. 

Por conta disso, informa o engenheiro Wilson Cancian Lopes, da Superintendência de Gestão de Resíduos Sólidos da Smma, Florianópolis está entre as 10 prefeituras do Brasil a assinar o termo de cooperação com a Abree para coletar e destinar de forma correta não só eletroeletrônicos como eletrodomésticos.

“Já encaminhávamos televisores, computadores, tabletes, notebooks e impressoras, mas não conseguíamos reinserir no ciclo de manufatura reversa aparelhos de maior porte como geladeiras, secadoras ou lavadoras de roupa. Agora tudo que liga na tomada pode ser entregue nos Ecopontos ou por agendamento para a Smma Comcap com garantia que voltará à indústria”, informa.

Economia circular

De acordo com o engenheiro sanitarista e sócio-fundador da Weee.do Mark  Rae, Florianópolis dispõe de pelo menos 25 pontos de entrega voluntária (PEVs) de resíduos eletrônicos, pilhas e baterias, somando os Ecopontos da Smma Comcap e iniciativas privadas como da Acif. Contratada pela Abree, a Weee.do assume o desafio de destinar também eletrodomésticos e todos os seus componentes. “A chamada linha branca contém gases poluentes, que podem prejudicar a camada de ozônio, e materiais perigosos que geram maior dificuldade de processamento e destinação”, aponta Rae.

Inicialmente, os aparelhos serão encaminhados para São Paulo, mas na sequência, com a homologação da Weee.do a desmontagem e até a remanufatura poderão ser feitas em Santa Catarina, gerando novas oportunidades de emprego. “Esse termo insere Florianópolis no mapa nacional de logística reversa de eletroeletrônicos, pilhas e baterias e eletrodomésticos. É a economia verde e circular que gera emprego e renda a partir de soluções que protegem o meio ambiente e dão novas oportunidades aos materiais. Ao desmanchar esses aparelhos, separamos o plástico, o vidro e os metais, cada material volta ao ciclo econômico.”

Termo de cooperação nacional

São Paulo, julho de 2021 – Com objetivo de expandir as ações de logística reversa e a conscientização da população sobre reciclagem, a Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree) anuncia a assinatura do Termo de Cooperação com a Prefeitura de Florianópolis, capital de Santa Catarina, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smma), para viabilizar a destinação final ambientalmente correta de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos. 

Conforme previsto no Decreto Federal 10.240/20, a assinatura do termo marca o início da implantação da logística reversa dos produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos no estado, por meio de parceiro homologado escolhido em concorrência. O objetivo é viabilizar a destinação final ambientalmente correta de 100% dos produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos descartados em Florianópolis através dos ecopontos e pontos de recebimento de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos de todos os portes. 

“Florianópolis já apresenta um avanço muito importante quando se trata de reciclagem. Agora chegamos com esta parceria para ampliar e investir em novas ações para que a conscientização se torne um hábito valioso para a população, para o meio ambiente e toda a cadeia da economia circular do estado”, explica Sergio de Carvalho Mauricio, presidente da ABREE.  

A partir deste mês de julho, os cinco  ecopontos da rede SMMA Comcap, que atendem  Centro, continente, Norte e Sul da Ilha de Santa Catarina e a remoção de resíduos volumosos por agendamento domiciliar em toda cidade,  já recebem os eletroeletrônicos e eletrodomésticos pós-consumo como aspirador de pó, batedeira, ferro elétrico, fone de ouvido, liquidificador, máquina de costura, micro-ondas, purificador de água, televisão, entre outros terão o destino final ambientalmente adequado realizado pela ABREE.  Também produtos de grande porte, como geladeira, máquinas de lavar, fogão e outros, podem ser levados aos ecopontos ou removidos por meio de agendamento domiciliar gratuito.

”Florianópolis já é a capital que mais recicla, a primeira a assumir metas lixo zero e a única que oferece coleta seletiva flex nas frações recicláveis, só vidro, só orgânicos e rejeitos. Essa parceria é fundamental para fazer avançar a logística reversa de eletroeletrônicos e eletrodomésticos que, infelizmente, junto com móveis, ainda estão entre os principais itens descartados de forma irregular nas ruas da capital”, aponta o secretário municipal do Meio Ambiente, Fábio Braga.

(Texto em colaboração com Camila Manchini, Sing Comunicação de Resultados – Para entrar em contato, e-mails  [email protected] e [email protected])

Sobre a ABREE

Fundada em 2011, a ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos – é uma entidade gestora sem fins lucrativos, que define e organiza o gerenciamento de resíduos sólidos, implementando sistemas coletivos de logística reversa e promovendo economia de grande escala ao reduzir os custos operacionais e de transações. Com 51 associados que representam 173 marcas, a ABREE é responsável pelo gerenciamento do sistema através da contratação, fiscalização e auditoria dos serviços prestados por terceiros, para a implementação de sistemas coletivos de logística reversa, além de contribuir com informações para todos os envolvidos da cadeia que são responsáveis para a viabilização da logística reversa de eletroeletrônicos e eletrodomésticos no país.

(Texto em colaboração com Camila Manchini, Sing Comunicação de Resultados – Para entrar em contato, e-mails  [email protected] e [email protected])

CLIQUE AQUI para saber mais sobre o descarte ambientalmente correto de eletroeletrônicos e eletrodomésticos.

CLIQUE AQUI para informações sobre como agendar a remoção domiciliar de resíduos eletroeletrônicos e de eletrodomésticos

CLIQUE AQUI para saber onde ficam e o que recebem os Ecopontos da Smma Comcap


Comente com o Facebook