Governo do Estado dá ordem de serviço para recuperar a SC-283, de Chapecó a Arvoredo


Na manhã desta sexta-feira o prefeito de Chapecó, João Rodrigues, participou de atos do Governo do Estado, no auditório da Prefeitura de Chapecó, onde o governador Carlos Moisés da Silva anunciou mais recursos para a região Oeste.

Um deles foi a ordem de serviço no valor de R$ 35 milhões para recuperação da SC-283, num trecho de 12 quilômetros, de Chapecó a Arvoredo.

“Queremos agradecer o governador Carlos Moisés da Silva, que anunciou recursos importantes para a nossa cidade e região. A recuperação da SC-283 é uma demanda da região e a construção de um trevo no acesso ao Frigorífico do Grupo Bugio vai melhorar a trânsito, pois é uma empresa que está crescendo muito. Também será ampliada a capacidade da rodovia, com terceiras faixas, o que vai auxiliar os motoristas de toda a região”, disse Rodrigues.

Além disso foram liberados R$ 18 milhões em emendas parlamentares para municípios da região.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Augusto Vieira, disse que somente entre a noite de quinta-feira e a manhã desta sexta-feira, o Governo do Estado liberou R$ 96 milhões para Chapecó, incluindo o Elevado da Bandeira, o novo Pavilhão da Efapi e a Patrulha Mecanizada.

O governador Carlos Moisés da Silva disse que, graças a um trabalho de gestão, está conseguindo repassar os recursos das emendas parlamentares e convênios municipais.

“Nossa vontade é realizar um governo municipalista e estamos liberando recursos pois confiamos na capacidade de gestão local”, disse Moisés.

Também estiveram presentes a vice-governadora Daniela Reinehr o secretário de Estado da Agricultura, Altair Silva, do Desenvolvimento Econômico, Luciano Buligon, da Casa Civil, Eron Giordani, o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro de Nadal, além de deputados estaduais e prefeitos da região.

Ainda no final da manhã desta sexta-feira o governador vai inaugurar a Subestação III da Celesc, um investimento de R$ 12,6 milhões, que vai aumentar em mais de 20% a capacidade de atendimento de Chapecó, permitindo atender o crescimento da cidade pelos próximos 20 anos e diminuir quedas de energia.

Comente com o Facebook