Boletim Coronavírus Blumenau – 23/07/2021


Blumenau registra 121 casos novos de Coronavírus
Blumenau registra nesta sexta-feira, dia 23, um total de 61.379 casos confirmados de Coronavírus (Covid-19), 121 a mais do que registrado na última quinta-feira, dia 22, quando o município contabilizava 61.258 casos da doença. Dos casos novos diagnosticados, um foi por meio de teste RT-PCR e 120 por teste antígeno.

Ao todo, a Prefeitura de Blumenau já fez 224.286 testes para Covid-19. Somente nesta sexta, foram processados 876 exames. Entre os casos positivos, 663 pacientes estão em tratamento. Destes, 577 se encontram com estado de saúde estável, em isolamento domiciliar e sendo monitorados pela Secretaria de Promoção da Saúde.

Dos casos em análise e confirmados de Blumenau e de outros municípios, 101 pacientes encontram-se hospitalizados, sendo 53 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 48 em enfermaria. Destes na UTI, 46 pacientes são de Blumenau (todos confirmados) e sete pacientes de outras cidades (seis confirmados e um em análise) e a taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade é 80,3% em relação a capacidade atual de ocupação, com 66 leitos ativos. Já em enfermaria são 40 pacientes de Blumenau (todos confirmados) e oito de outros municípios (todos confirmados), com taxa de ocupação de 27,1%. Além disso, os hospitais da cidade prestaram 365 atendimentos, com 69 deles decorrentes de síndromes gripais.

O município contabiliza também 60.133 casos de pessoas que já passaram pelo período de isolamento e não apresentaram novos sintomas, considerados como recuperados. A cidade registra ainda 583 óbitos decorrentes da doença. Os dados registrados no boletim diário são gerados até as 17h.

A Prefeitura de Blumenau destaca a importância de manter o isolamento social, nos casos em que as pessoas podem ficar em casa. O poder público também reforça as medidas de segurança, que incluem o uso de máscara sempre que sair de casa e a higienização frequente das mãos, com água e sabão ou álcool em gel.

Blumenau seguirá aplicando segunda dose de AstraZeneca/Fiocruz com intervalo de 12 semanas
A Prefeitura de Blumenau informa, em relação à antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca, contra a Covid-19 que, continuará seguindo as determinações do Plano Nacional de Imunização (PNI) e também com base na nota divulgada pelo laboratório Fiocruz, que seguirá adotando intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda dose.

Conforme o laboratório responsável pela vacina o imunizante tem demonstrado proteção significativa já com a primeira dose e a produção de uma resposta imunológica ainda mais robusta quando administrado com intervalo maior. Os dados que incluem uma pesquisa feita no Canadá que apontam efetividade contra hospitalização ou morte inclusive para pacientes com a variante Delta. O regime de 12 semanas permite ainda acelerar a campanha de vacinação, garantindo a proteção de um maior numero de pessoas.

Desta maneira, o município reforça que seguirá aplicando a vacina da AstraZeneca/Fiocruz com prazo de 12 semanas. A decisão leva ainda em consideração a logística de distribuição por parte do Ministério da Saúde para o Governo do Estado de Santa Catarina. Atualmente, a distribuição da vacina prevê o envio de doses com um intervalo de 12 semanas e, a antecipação sem a devida organização por parte do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, pode ocasionar um desabastecimento de doses. 

A Prefeitura reitera ainda que os prazos para aplicação da vacina são determinados pelo Governo Federal. Em caso de nova orientação, os intervalos de aplicação de doses poderão ser revistos. 

Entenda os intervalos das vacinas:
AstraZeneca/Fiocruz: 12 semanas
CoronaVac/Butantan: 28 dias
Pfizer/BioNTech: 12 semanas
Janssen: Dose única

Blumenau já aplicou 221.726 vacinas entre 1ª, 2ª dose e dose única
Nesta sexta-feira, dia 23, foram aplicadas 1.735 vacinas da primeira dose (159.578 vacinados até o momento), 799 da segunda dose e nenhuma vacina em dose única (62.148 imunizados até o momento). O município segue as determinações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde (MS) e as deliberações do Governo do Estado. Com a chegada de novas remessas de imunizante a prefeitura vai divulgando em seus canais oficiais (site e redes sociais) os grupos prioritários que podem se vacinar conforme o Plano Municipal de Imunização. Blumenau já aplicou 221.726 vacinas entre 1ª, 2ª dose e dose única.

Alô Saúde Blumenau
A comunidade pode contar com atendimento virtual, sem sair de casa, por meio do Alô Saúde Blumenau, pelo telefone 156 (opção 2). O canal possibilita a população esclarecer dúvidas sobre sintomas na pandemia de Coronavírus. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
Central de Monitoramento
Os profissionais da saúde que atuam na Central de Monitoramento Covid-19 fazem ligações aos pacientes com diagnóstico positivo para Coronavírus diariamente, das 8h às 17h.
 
Atendimento Rápido Covid-19
A Central de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus, localizado no Setor 3 do Parque Vila Germânica atende de segunda a sexta-feira, das 7h até as 22h e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. O local é referência na região central da cidade para demandas relacionadas à Covid-19.

Durante a semana, o atendimento rápido Covid-19 segue sendo oferecido nos Ambulatórios Gerais da Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Aos sábados, o Ambulatório Geral da Velha e o Ambulatório Geral do Garcia oferecem atendimento para casos suspeitos de Covid-19, das 7h às 12h.

Somente nesta terça-feira, dia 13, o Ambulatório da Vila Germânica e os Atendimentos Rápidos Covid-19 fizeram 571 atendimentos e 370 coletas para exames.
 
Atendimento Clínico
De segunda a sexta-feira, o atendimento de casos clínicos não relacionados Covid-19 é oferecido nos AGs Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), das 7h às 24h. Nos AGs do Centro, Escola Agrícola e Badenfurt o atendimento a estas demandas não relacionadas ao Coronavírus acontece nos dias de semana, das 7h às 21h.

A atuação dos AGs em horário diferenciado tem por objetivo garantir que o diagnóstico seja feito sem que haja a necessidade de buscar os prontos-socorros, especialmente nos Hospitais Santo Antônio e Santa Isabel, onde o atendimento é priorizado para situações mais graves.

postada em 23/07/2021 19:40 – 86 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook