Nova frente de trabalho na implantação da rede coletora no Estaleirinho


Começou nesta semana uma nova frente de trabalho na obra de implantação da rede coletora de esgoto no Bairro Estaleirinho, com início da execução na Rua Manoel Amândio Rocha, com 286 metros de rede. Como a rua é sem saída e estreita, o acesso está interditado com passagem apenas para moradores, conforme orientado e informado previamente pelo fiscal da obra.

O trabalho também segue em mais um trecho da Avenida Rodesindo Pavan (Interpraias) com escavação e assentamento da tubulação. No trecho em obras o trânsito fica em meia pista, com sinalização para orientar os motoristas. Até o momento, cerca de 600 metros de rede foram implantados, com a conclusão das ruas José Felipe Emerenciano, Miguel de Aviz e trechos da Av. Rodesindo Pavan, em fase de pavimentação asfáltica.

Sobre a obra

A obra faz parte do projeto de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) do Município, sendo contratada pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) e executada pela CFO – Construtora Fonseca e Oliveira LTDA. Compreende a implantação de 32.706 metros de rede coletora e adutora de esgoto; estações elevatórias; poços de visita; emissários e ligações de esgoto nos bairros Estaleiro e Estaleirinho, que levarão os dejetos até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), reduzindo a poluição nos rios e praias. O valor licitado foi de R$ 9.983.766,44 e o prazo previsto para a execução é de 18 meses.

Durante a execução da obra, a Emasa pede a compreensão dos moradores, já que haverá interdição de passagem e movimentação de máquinas e operários trabalhando nas ruas, o que poderá alterar a rotina das pessoas. Também informa que para a execução dos serviços, em alguns momentos serão necessárias interrupções programadas ou até emergenciais no abastecimento de água, já que as redes podem ser próximas, sendo comunicadas via site e Fala Emasa – whatsApp comercial (47) 3261-0000, onde os moradores podem se cadastrar. Essas interferências na rede pluvial podem gerar turbidez da água, então pedimos a atenção e compreensão de todos.


EMASA
(47) 3261-0000

Diretoria de Comunicação
Jornalista Renata Furlanetto
Foto: Renata Furlanetto

www.instagram.com/prefeituradebc 

FOTOS

Comente com o Facebook