Sargento Lima pede prioridade para fertilizantes no Porto de São Francisco


O deputado Sargento Lima (PL) se reuniu, nesta terça-feira (20), com o diretor-executivo da Federação das Cooperativas de SC (Fecoagro), Ivan Ramos. Obteve subsídios para buscar uma solução aos atrasos no descarregamento de fertilizantes no Porto de São Francisco do Sul.

Além do prejuízo já ocorrido, de R$ 15 milhões desde abril deste ano, o setor está preocupado com as próximas semanas, pois aguarda o descarregamento de mais dois navios entre o final de julho e o começo de agosto. O dia de atraso custa em torno de 30 mil dólares, conforme a quantidade de fertilizantes que o navio transporta.

Lima solicitou uma audiência pública a ser realizada pela Assembleia Legislativa para esclarecer divergências e ser encontrada uma solução. A divergência é que a SC Parcerias enfatiza que o desembarque está dentro dos parâmetros. Pelas planilhas emitidas pelo próprio Porto de São Francisco, enfatiza Ramos, a fase de pré-estadia do navio com fertilizantes chega a demorar 20 dias.

Na reunião, Ivan Ramos disse ao deputado que a Fecoagro procurou o governo do Estado, recebeu respostas de que o assunto seria encaminhado, porém o problema persiste. Sargento Lima entende que é possível, a partir da audiência pública, criar regras de prioridade para o desembarque no porto.

É a direção do porto que define a ordem de atracação dos navios. Conforme o presidente da Fecoagro, a prioridade tem sido dada ao descarregamento de aço em detrimento dos fertilizantes. O problema, diz ele, é que este atraso compromete a fabricação do adubo e toda a cadeia produtiva.

Comente com o Facebook