Prefeitura de Florianópolis reforma e amplia Neim Doralice Maria Dias


O Núcleo de Educação Infantil Municipal de Florianópolis Doralice Maria Dias foi totalmente reformado e ampliado. 

Localizada no bairro Vargem do Bom Jesus, a unidade educativa recebeu um investimento de R$ 1, 7 milhão.

Das sete salas que já existiam, seis delas foram totalmente reformadas e contam com mobília nova, atendendo 280 crianças de bairros do Norte da Ilha, com a ajuda de 44 profissionais da educação.

A unidade agora tem duas áreas de recreação para as crianças, uma aberta e outra coberta, solário e área de horta e uma sala de estudos.

Ainda foi construída uma sala maker, que serve para que a criançada possa desenvolver e experimentar novas atividades, principalmente aquelas ligadas à tecnologia.

No Neim também foi feito um novo refeitório e cozinha, com espaço ampliado, área de serviço e sanitários adulto, infantil e com acessibilidade.

Transformando um espaço em conhecimento

A sala de material didático deu lugar a uma nova biblioteca.

“Resolvemos transformar essa sala em uma biblioteca para as crianças, pois já tínhamos o espaço do almoxarifado que consegue abrigar os materiais de aula”, contou a diretora Eliane Brusco das Chagas.

Na nova biblioteca foi feito um mural pintado pelo artista, Michel Souza Ramos, que também ajudou no mural produzido para o refeitório.

A professora Janaina Fagundes dos Santos afirma que a reforma é um marco importante na história da unidade, pois não se trata apenas de ampliar, mas reformular todo o espaço para um melhor aprendizado. “Antes a gente vinha pra cá apreensiva, mas hoje dá prazer em vir trabalhar”, completa ela.

Incentivo à literatura

A unidade produz o projeto “Famílias Letradas”, que disponibiliza livros de forma integral aos estudantes e famílias do Neim.

Os livros são trazidos pelos próprios profissionais da unidade, e também de doações do projeto “Floripa Letrada”.

Segundo o secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, ações como essa fazem o diferencial no desenvolvimento dos pequenos e dos próprios familiares. “É um momento de integração e aprendizado entre pais e crianças”.

Dia a dia da Doralice

Ao entrar no espaço do Neim é possível perceber como existem diversos estímulos para os pequenos, desde o parquinho com brinquedos, o espaço com gramado, até a gaiola da Peppa, porquinho da índia que é mascote da unidade.

Tem o mural que fica no refeitório, com o título “Vem cá, meu boi”. A imagem refere-se ao folclore da Ilha de Santa Catarina, como o personagem central, o boi, assim como o urubu, o macaco e a Maricota.  Há uma referência a lenda das bruxas de Itaguaçu.

O boi de mamão é uma das manifestações mais significativas da cultura popular catarinense, principalmente no litoral. Tal manifestação é comumente encontrada em muitos municípios do litoral catarinense, destacando-se as regiões de São Francisco do Sul, Itajaí, Florianópolis, Tubarão e Laguna, onde diversos grupos de boi saem com frequência no período que antecede o Natal e vai até o carnaval.

Trata-se de um ato com tom cômico, mas com um elemento central dramático: a morte e a ressurreição do boi.


Comente com o Facebook