Música ‘Caminho do Eremita’ foi escrita exclusivamente para projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A Lei Federal de emergência e apoio cultural Aldir Blanc, presente no edital n°002/2020 da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), contemplou 84 projetos, totalizando 1,4 milhão de investimento no setor. A Banda Balthazar foi um desses projetos aprovados e como proposta, escreveu a música ‘Caminho do Eremita’ e produziu um videoclipe que já tem mais de 5,6 mil visualizações na internet. O vídeo pode ser acessado pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=6VqVQZl1diE.

 

A produção musical e o clipe foram gravados separadamente, na casa de cada integrante. “A música fala sobre uma viagem de autoconhecimento, isolamento e aprendizado”, contou Cedrick Moraes, membro da banda e proponente do projeto. O último show da banda foi realizado em fevereiro do ano passado. “O edital veio em uma época bem difícil. Havíamos lançado o clipe de uma música e já não havia mais recursos para continuar o projeto. A última vez que tocamos tinha sido no carnaval de 2020”, revelou Cedrick. O projeto foi contemplado na categoria de quatro integrantes ou mais.

 

Para o vocalista da banda, Raul Alves, lidar com a pandemia foi difícil. “Aglomerar pessoas, cantar alto e se abraçar acaba sendo extremamente perigoso. Isso acaba afetando não só nós que subimos no palco, mas também vários profissionais envolvidos”, destacou o músico. “Sem público, não há arte. Porém, para o momento que estamos vivendo, é importante que haja espaço para continuarmos compartilhando nosso ofício com as pessoas ao nosso redor de forma segura”, completou.

 

Segundo o presidente da Fundação Cultural de Criciúma, Zalmir Casagrande, a cidade tem no setor musical um importante vetor de desenvolvimento cultural. “Tivemos inúmeros projetos da área musical nesse edital. É muito bom ver que a lei Aldir Blanc pode servir de apoio para vários músicos da cidade. Com certeza esse é um dos setores de grande potencial no município”, ressaltou.

Comente com o Facebook