Criciúma adere à teleconsulta para ampliar o atendimento de especialidades


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

Com o olhar para o futuro e nas novas dinâmicas deixadas pela Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde inicia atendimentos por meio da teleconsulta em Criciúma. Neste primeiro momento, serão somente os pacientes de reumatologia e serão 14 atendimentos por dia, no formado digital. A primeira consulta ocorreu nessa segunda-feira (12) e o objetivo do órgão municipal é ampliar o serviço de especialidades para a população.

O paciente irá até uma sala de atendimento, com os equipamentos necessários instalados e internet, e será consultado com um médico especialista por meio digital. “Estamos trabalhando com essa ideia desde o começo do ano e agora estamos colocando em prática. Essa medida é para ampliar os nossos atendimentos com especialidades. Eu mesmo já tive a primeira consulta com esse novo formato e foi ótimo, tinha uma profissional ao meu lado me orientando junto com o médico. Buscamos essa ferramenta depois que esgotamos as possibilidades na região. O paciente não precisa ir para fora da cidade, pois o serviço traz a consulta até aqui”, reforçou o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande.

Rita da Luz Montti foi uma das primeiras pacientes de Criciúma a ser consultada por meio do teleconsulta. “Fui muito bem atendida, a médica foi atenciosa e gostei muito do novo formato. Foi muito bom”, ressaltou. A outra paciente elogiou a agilidade do atendimento. “Eu prefiro assim, é muito mais rápido. Foi excelente, a médica foi muito querida”, comentou a paciente, Sirlei Pedro Ignácio.

A secretaria iniciou com atendimento de reumatologia, mas pretende ampliar para mais especialidades nas próximas semanas. Conforme a gerente da Atenção Especializada, Cristiane Botelho Schmitz, o município realiza 131 consultas por semana com o reumatologista. “A nossa intenção é ampliação da oferta de consultas de especialidades, a modernização do atendimento e possivelmente oferece o serviço sem sair de casa. A nossa parceria é com uma prestadora de serviços da Santa Luzia, contrata por meio do Consórcio da Amrec”, explicou.

A Secretaria Municipal de Saúde fornece transporte para o paciente que se encaixa na mobilidade reduzida ou nula, podendo solicitar o veículo por meio da sua Unidade Básica de Saúde (UBS).

Comente com o Facebook