Painel aborda plano de transição energética e segurança hídrica nas regiões Sul e Sudeste


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Governadores e secretários de Estado das regiões Sul e Sudeste reuniram-se virtualmente na tarde desta quarta-feira, 7, para discutir o tema “Energia renovável e gestão hídrica para retomada econômica sustentável”. O encontro, promovido pela iniciativa Governadores pelo Clima, visa a articular conexões dos Estados do Sul e Sudeste com diferentes públicos do Brasil e Europa, para impulsionar as fontes de energia renovável. O governador Carlos Moisés foi representado pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon. O painel também contou com a participação do secretário executivo do Meio Ambiente (SEMA), Leonardo Porto Ferreira.

Na oportunidade, Porto Ferreira falou sobre os projetos catarinenses para a diminuição da participação do carvão na matriz energética e sobre as medidas de segurança hídrica que estão em implementação, para minimizar os impactos das estiagens no abastecimento urbano e na agricultura. Ele destacou que, nas próximas semanas, o governo do Estado encaminhará para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei para instituir a Política Estadual de Transição Energética Justa. A intenção da proposta é incentivar o uso de energia de fontes renováveis e o desenvolvimento tecnológico e o uso da inovação para a redução gradativa e eliminação do uso do carvão na produção de energia. “Quando se fala em transição justa, é sem esquecer de ninguém, sem esquecer da parte social, da economia ou do meio ambiente. Essa é a preocupação do governo”, destacou.

O secretário da SDE reforçou o compromisso do Governador com o Sul do Estado. “O governo de Santa Catarina tem o compromisso com o Sul, e, juntos com o Legislativo, iremos propor uma transição justa, priorizando o emprego, a segurança para o fornecimento de energia e a manutenção da economia dos municípios do entorno, visando, dentro de uma política sustentável, a uma nova matriz energética”, enfatizou Buligon.

Além disso, estão previstos investimentos estaduais na ordem de R$ 1,9 bilhão em ações para o fortalecimento da segurança hídrica a serem implementadas ao longo do segundo semestre deste ano e em 2022. A intenção é promover a retenção de água nas bacias hidrográficas através da recomposição ambiental, de reservação de água em propriedades rurais e sistemas de armazenamento, além da implementação de novos sistemas de captação e tratamento de água para abastecimento urbano.

Governadores pelo Clima

A iniciativa Governadores pelo Clima engloba 18 Estados. O objetivo é a promoção de um fórum sobre o papel que os Estados podem desempenhar no alcance dos objetivos e das metas da Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) do Brasil, estabelecida no Acordo de Paris. A estratégia é atrair investimentos e contribuir para uma conexão direta entre Estados e agências internacionais de financiamento. Na reunião desta quarta-feira, além de governadores e secretários dos Estados das regiões Sul e Sudeste, estiveram presentes o Embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, e o ministro na Embaixada da República Federal da Alemanha em Brasília, Marc Bogdahn.


Mais informações para a imprensa:

Marcionize Bavaresco
Bolsista Fapesc
Gestão da Comunicação Institucional para Recursos Hídricos
Programa de Apoio à Pesquisa Aplicada na Área de Recursos Hídricos
Secretaria Executiva do Meio Ambiente – Sema
Fone: (48) 3665-4281

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook