Estudantes da EBM Brigadeiro Eduardo Gomes passam a falar e escrever em francês


Além do inglês, a Escola Básica Municipal de Florianópolis Brigadeiro Eduardo Gomes, localizada no Campeche, oferece o ensino do francês. A iniciativa é viabilizada por intermédio da parceria entre a Secretaria de Educação da Capital, Aliança Francesa e Fundação Saint-Exupéry.

Entrega de material didático e sessões de cinema também fazem parte da estratégia para que os participantes sejam capacitados para falar, ouvir, compreender, ler e produzir pequenos textos no idioma europeu.

Depois dos dois anos de curso, os estudantes do ensino fundamental fazem uma prova de capacitação para obterem o Diploma de Estudos em Língua Francesa- Delf. Recentemente uma turma de 12 garotos e garotas da Escola Brigadeiro Eduardo Gomes se submeteu a esse exame. O resultado será divulgado em agosto pela Aliança Francesa.

O Delf abrange e atesta o nível de francês no mundo inteiro, podendo abrir portas profissionais e acadêmicas, medindo as competências dos participantes.

Para integrar curso de francês, os interessados frequentam aulas preparatórias, para em seguida fazerem um processo seletivo. Há também o comprometimento das famílias para que o adolescente finalize o curso. Podem concorrer quem está no 6º, 7º e 8º ano.

No último processo seletivo passaram 12 estudantes. As aulas deles devem começar na próxima quarta-feira, dia 7 de julho. Serão sempre no mesmo dia da semana, das 13h30 às 15h30, online.

Para o secretário municipal de Educação, as línguas estrangeiras deixaram de ser um diferencial para tornarem-se essenciais na vida das pessoas. “Com a globalização, temos que permanentemente estimular os estudantes a aprenderem outras línguas”, salienta Maurício Fernandes Pereira.


Comente com o Facebook