Estado e prefeitura de Concórdia selam protocolo de intenções para fomento da inovação


Notícias de Santa Catarina - SC HOJE News

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e a Prefeitura Municipal de Concórdia selaram um Protocolo de Intenções, nesta segunda-feira, 7, para aproximar o habitat inovador da cidade à Rede Catarinense de Centros de Inovação. O documento, assinado pelo secretário da SDE, Luciano Buligon e, o prefeito Rogério Pacheco, chega para fortalecer ainda mais o ecossistema empreendedor da região Oeste.

No evento, ao lado do adjunto Jairo Sartoretto, o secretário Buligon, destacou que Santa Catarina é uma referência em inovação no Brasil e que as startups já representam uma contribuição de 6% no PIB catarinense.

“Primeiramente, gostaria de parabenizar Concórdia por estruturar um local para apoiar os empreendedores com iniciativas nesta área, e que em breve, este habitat estará integrado à Rede Catarinense de Centros de Inovação. O governador Carlos Moisés vem implantando uma política de desenvolvimento pautada pela inovação, o que proporciona também mais agilidade em seus processos”, fala Buligon.

Contando um espaço totalmente reformado, o Centro de Inovação Tecnológica de Concórdia está localizado no espaço onde abrigava o antigo Senai, no andar superior da Secretaria de Educação.

O prefeito comentou que os primeiros passos para a implantação do Centro de Inovação no município foram dados em 2017. “Concórdia criou uma lei específica, estruturou um Conselho de Ciência, Tecnologia e Inovação e em seguida abrigou o Centro. A indústria 4.0 é uma realidade cada vez mais presente em nosso dia a dia. E com este habitat vamos poder dar condições para que novas ideias possam ser viabilizadas”, disse Pacheco.

Concórdia já possui uma cultura de produção de softwares, de pesquisas, institutos renomados, além das startups que surgiram nos últimos dois anos, que estão inspirando novos empreendedores a ingressar no negócio.

“Vejo que temos um potencial muito grande e que a troca de experiências dentro do ecossistema da inovação vai possibilitar surgir novas ferramentas que poderão auxiliar vários ramos da indústria 4.0”, observa o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Wagner Simioni.

A Rede

Criada pelo governo Carlos Moisés, a Rede Catarinense de Centros de Inovação oferece mecanismos de apoio ao empreendedor, traz segurança aos participantes e a quem procura investir no Estado, além de fomentar ações para a retomada da economia. A Rede integra os Centros de Inovação do Estado contribui com a atração de novas empresas para os habitats e, assim, fortalece as diversas áreas econômicas distribuídas entre as regiões.

Tecnologia em números

O cenário mais recente mostra, segundo dados do Observatório Acate que, a região Oeste possui 3.915 colaboradores no setor de tecnologia, com faturamento de R$ 0,92 bilhão.

Outros habitats no Oeste

Em março de 2020, foi entregue o Centro em Videira, por meio de uma parceria com o município. Em dezembro do mesmo ano, foi a vez Chapecó e Joaçaba, assim como foi firmada a parceria com a cidade de Caçador, para o fortalecimento do Inova Contestado. Todos integrados à rede estadual. Recentemente, o Governo também firmou o Protocolo de Intenções com o Sapiens Parque S.A.

São nove centros em operação no Estado, que fomentam a tríplice hélice, ou seja, o empreendedorismo, o conhecimento e faz com que o Governo esteja presente, impulsionando e atraindo a sociedade.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável – SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: [email protected]
Site: www.sde.sc.gov.br

 
Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook