Entrega de outorga à empresa deve gerar 800 novos empregos em Videira


Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE News

Aumento na produção, além da geração de 800 novos empregos em Videira. Estes serão alguns resultados com a concessão da outorga de direito de uso de recursos hídricos, entregue nesta terça-feira, 1º de junho, pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, ao prefeito do município, Dorival Carlos Borga, destinada à Master Agroindustrial. A ação é ainda uma soma de esforços para auxiliar a empresa que sofria com a falta de água e, que também, foi afetada pelo tornado e fortes tempestades que atingiram o Meio-Oeste, na última sexta-feira, 28 de maio.

“Tempos difíceis fazem pessoas mais fortes. Acredito muito na união de esforços para resultados mais eficientes, ágeis e efetivos. Este é o compromisso do governo Carlos Moisés, construir ações e resultados que representem soluções para as empresas, desenvolvimento nas cidades e emprego à população”, enfatiza Buligon.

Para o prefeito, a concessão desta outorga é de extrema importância, visando a continuidade do crescimento.

“Nos últimos anos, Videira gerou mais de quatro mil novos postos de trabalho, o que mostra a força da agroindústria. Nossa cidade é berço deste setor tão essencial para a economia do Estado, com a Perdigão. E, agora, segue se fortalecendo com mais empreendimentos, mostrando a força e o que Santa Catarina sabe produzir muito bem – produtos de qualidade. Agradeço o apoio do Governo do Estado por destravar este processo de crescimento e fomentar a geração de emprego e renda no município”, pontua Borga.

Outorga

Também presente na entrega, o secretário executivo do Meio Ambiente, Leonardo Ferreira, explicou que as outorgas visam ordenar o uso da água nos municípios, otimizando as potencialidades econômicas locais, conforme os critérios definidos pela comunidade de cada bacia hidrográfica.

“A outorga não é uma simples licença. O documento é um instrumento pelo qual o poder público concede ao usuário a utilização da água, com quantidade, finalidade e período de tempos previamente definidos, além de garantir o controle quantitativo e qualitativo dos usos da água e o efetivo exercício dos direitos de acesso a todos os usuários de água, ou seja, que a está disponível em 98% do tempo”, explica o secretário da Sema.

A outorga de direito de uso destinada à Master Agroindustrial tem prazo de validade de 10 anos. Serão dois poços para consumo humano e industrial, além de outro para o lançamento de efluentes, que deve obedecer aos critérios e parâmetros estabelecidos pela Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente.

Mais informações para a imprensa:
Mariane Lidorio
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável – SDE
Fone: (48) 3665-4298 / 99601-1488
E-mail: [email protected]
Site: www.sde.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook