Boletim Coronavírus Blumenau – 1°/6/2021


Blumenau registra 526 óbitos por Coronavírus

Blumenau registra mais um óbito, somando agora 526 mortes por Coronavírus no município. Nesta terça-feria, dia 1º de junho, foi confirmada a morte de uma mulher de 29 anos, com comorbidades, que estava internada em UTI desde o dia 14 de maio.

Blumenau registra nesta segunda-feira, dia 1°, um total de 53.771 casos confirmados de Coronavírus (Covid-19), 109 a mais do que registrado na última segunda-feira, dia 31, quando o município contabilizava  53.662 casos da doença. Dos casos novos diagnosticados, sete foi por meio de teste RT-PCR, dois testes rápidos, 99 por antígenos e um sorológico. 

Ao todo, a Prefeitura de Blumenau já fez 190.253 testes para Covid-19. Somente nesta terça, foram processados 694 exames. Entre os casos positivos, 692 pacientes estão em tratamento. Destes, 626 encontram-se com estado de saúde estável, em isolamento domiciliar e sendo monitorados pela Secretaria de Promoção da Saúde.

Dos casos em análise e confirmados de Blumenau e de outros municípios, 86 pacientes encontram-se hospitalizados, sendo 42 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 46 em enfermaria. Destes na UTI, 35 pacientes são de Blumenau (33 confirmados e dois em análise) e sete pacientes de outras cidades (6 confirmados e um em análise) e a taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade é de 44,7% em relação à capacidade máxima, com 94 leitos ativos, e 63,6% em relação à capacidade atual de ocupação, com 66 leitos ativos. Já em enfermaria são 36 pacientes de Blumenau (33 confirmados e três em análise) e 10 de outros municípios (todos confirmados), com taxa de ocupação de 26%. Além disso, os hospitais da cidade prestaram 399 atendimentos, com 80 deles decorrentes de síndromes gripais.

O município contabiliza também 52.553 casos de pessoas que já passaram pelo período de isolamento e não apresentaram novos sintomas, considerados como recuperados.

A Prefeitura de Blumenau destaca a importância de manter o isolamento social, nos casos em que as pessoas podem ficar em casa. O poder público também reforça as medidas de segurança, que incluem o uso de máscara sempre que sair de casa e a higienização frequente das mãos, com água e sabão ou álcool em gel.

Prefeitura de Blumenau amplia públicos da educação com acesso à vacina contra a Covid-19

A Prefeitura de Blumenau ampliou os públicos da educação com agenda liberada para vacinação contra a Covid-19. Professores de ensino médio, ensino profissionalizante ou universitário, profissionais da educação que atuam em atividade remota, ensino à distância (EAD) ou similares e trabalhadores da educação que atuam de forma presencial em outras áreas estão entre os públicos contemplados. Tanto os novos grupos, quantos os públicos que já vinham sendo vacinados, como pessoas com comorbidades e profissionais das forças de segurança e salvamento, poderão agendar a vacinação a partir desta terça-feira, dia 01. 

São cerca de 500 horários disponíveis para aplicação ainda nesta terça-feira, 01 e outros 1,5 mil horários para quarta-feira, 02, no Parque Vila Germânica. O agendamento deve ser feito no site da Prefeitura de Blumenau, pelo link bit.ly/VacinaBlumenau ou pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2), que mantém atendimento das 8h às 20h.  Somente serão vacinados aqueles usuários com agendamento. Vale ressaltar que quem realizou a vacina da Gripe (H1N1) deve aguardar um período de 14 dias para se vacinar contra a Covid-19. 

Confira os públicos que podem agendar vacinação e a documentação necessária:

Professores, segundo professores, auxiliares e afins acima dos 18 anos que atuam em sala de aula: a) na educação infantil, com crianças de 0 a 3 anos de idade; b) na pré-escola, com crianças de 4 a 6 anos de idade; c) do ensino fundamental anos iniciais (ciclo de alfabetização 1° ao 3° anos); d) do ensino fundamental anos iniciais (4° e 5° anos); e) ensino fundamental anos finais (6º ao 9º ano), f) no ensino médio; g) no ensino profissionalizante e h) no ensino superior: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Trabalhadores da educação acima de 18 anos que atuam de forma presencial em outras áreas: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Trabalhadores da educação acima dos 18 anos que atuam em atividade remota, EAD ou similares: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Profissionais acima dos 18 anos que atuam na equipe técnica, administrativa e pedagógica, na gestão do PlanConEdu: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Professores e auxiliares que atuam nas instituições exclusivas de Educação Especial (Caesp), ou seja, professores e auxiliares da APAE e do CEMEA acima dos 18 anos: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Profissionais acima de 18 anos que atuam nas unidades de educação públicas ou privadas nas atividades de limpeza, alimentação, serviços gerais e similares: Documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município de acordo com o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.

Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento, Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e Forças Armadas acima dos 18 anos das seguintes Corporações: Secretaria de Estado da Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias, Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa, Defesa Civil Estadual, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Guardas Municipais, Bombeiros Voluntários e membros das três Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) lotados em Santa Catarina: Documento de identificação, carteira funcional, contracheque ou documento comprobatório (ofício) assinado pela chefia da corporação, informando que o profissional tem vínculo efetivo e ativo com a instituição. 

Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada (BPC) acima dos 18 anos: Comprovante de recebimento do benefício.

Pessoas com Deficiência Permanente acima de 18 anos: Atestado ou declaração médica ou  documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência, ou ainda Carteira de Transporte Público.

Pessoas com comorbidades como, por exemplo, Fibrose Cística e transplantados, acima dos 18 anos (Lista completa de comorbidades em https://www.blumenau.sc.gov.br/coronavirus/comorbidades/): Preferencialmente atestado ou declaração médica ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores. 

Puérperas com comorbidades acima dos 18 anos (Lista completa de comorbidades em https://www.blumenau.sc.gov.br/coronavirus/comorbidades/): Declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento + comprovação de comorbidade.

Pessoas com hipertensão arterial estágios 1 e 2 acima de 50 anos: Preferencialmente atestado ou declaração médica ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores.  

Idosos acima dos 60 anos: Documento de identificação.

Vacinação de outros públicos
Conforme a deliberação 065 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), pessoas em situação de rua com idade entre 18 e 59 anos e a população privada de liberdade que tenha comorbidades, deficiência permanente grave ou idade acima de 60 anos, também devem receber a vacinação contra a Covid-19. No caso das pessoas em situação de rua, além da vacinação dos usuários no abrigo municipal, a Secretaria de Promoção da Saúde, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, fará a busca ativa do público-alvo. Já as pessoas privadas de liberdade serão vacinadas mediante listagem, assim como já acontece com os funcionários do Sistema de Privação de Liberdade.  

Os demais grupos da educação serão contemplados, de forma gradual e escalonada, conforme o município for recebendo novas remessas de vacina do Governo do Estado.  

Trabalhadores da Saúde
Os trabalhadores da saúde, que estão com as vagas esgotadas neste momento, podem preencher um cadastro demonstrando interesse em realizar a vacinação assim que novas doses do imunizante forem enviadas pelo Governo do Estado. O cadastramento está disponível em bit.ly/VacinaBlumenau.

Atestado/Declaração Médica
A Prefeitura está disponibilizando um modelo de declaração médica para que pessoas com comorbidades possam comprovar a condição pré-existente da patologia e consigam receber a vacina contra o Coronavírus. O documento disponível por meio do link bit.ly/VacinaBlumenau deve ser preenchido e assinado pelo profissional médico atestando com exatidão a comorbidade do paciente.

O objetivo do documento é dar agilidade ao atendimento realizado na Central de Vacinação, no Setor 1 do Parque Vila Germânica, uma vez que muitos usuários estão apresentando declarações que “autorizam aplicação da vacina”, mas sem a indicação da patologia, exigida na Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, pelo Ministério da Saúde.

Aplicação da vacina
A orientação é para que os usuários cheguem com até 15 minutos de antecedência ao Parque Vila Germânica para apresentar a documentação comprobatória junto com o documento de identidade e carteira de vacinação. Não é necessário chegar com mais antecedência para evitar aglomerações.
Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento automaticamente o sistema agenda o retorno para ser feita a segunda dose, dentro do prazo adequado.

Os usuários podem acessar o Setor 1 entrando pela Rua Alberto Stein, utilizando o estacionamento dentro do Parque Vila Germânica. O espaço conta com cadeiras de rodas para auxiliar no deslocamento. Pessoas com mobilidade reduzida podem acessar a Central de Vacinação pela Rua Itapiranga, que foi sinalizada pela Seterb. Neste caso, a vacina é aplicada sem que o usuário precise desembarcar do veículo.

Blumenau já aplicou 117.476 vacinas entre 1ª e 2ª doses
Nesta terça-feira, dia 1° de junho, foram aplicadas 893 vacinas da primeira dose e não tivemos aplicação da segunda dose. Blumenau já aplicou 117.476 vacinas entre 1ª e 2ª doses. O município segue as determinações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde (MS) e as deliberações do Governo do Estado. Com a chegada de novas remessas de imunizante a prefeitura vai divulgando em seus canais oficiais (site e redes sociais) os grupos prioritários que podem se vacinar conforme o Plano Municipal de Imunização.

Alô Saúde Blumenau oferece atendimento virtual
A comunidade pode contar com atendimento virtual, sem sair de casa, por meio do Alô Saúde Blumenau, pelo telefone 156 (opção 2). O canal possibilita a população esclarecer dúvidas sobre sintomas na pandemia de Coronavírus. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Central de Monitoramento
Os profissionais da saúde que atuam na Central de Monitoramento Covid-19 fazem ligações aos pacientes com diagnóstico positivo para Coronavírus de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Atendimento Rápido Covid-19
A Central de Referência para Casos Suspeitos de Coronavírus, localizado no Setor 3 do Parque Vila Germânica atende de segunda a sexta-feira, das 7h até as 22h e aos sábados e domingos, das 7h às 19h. O local é referência na região central da cidade para demandas relacionadas à Covid-19.

Durante a semana, o atendimento rápido Covid-19 segue sendo oferecido nos Ambulatórios Gerais da Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Atendimento Clínico
De segunda a sexta-feira, o atendimento de casos clínicos não relacionados Covid-19 é oferecido nos AGs Velha, Garcia, Itoupava e Fortaleza (anexo ao HU da Furb), das 7h às 24h. Nos AGs do Centro, Escola Agrícola e Badenfurt o atendimento a estas demandas não relacionadas ao Coronavírus acontece nos dias de semana, das 7h às 21h.

No fim de semana, o atendimento de casos clínicos, não relacionados ao Coronavírus seguem sendo oferecidos no AG Velha e AG Garcia aos sábados, das 7h ao 12h. Demandas que não sejam de urgência/emergência podem ser direcionados às duas unidades.
A atuação dos AGs em horário diferenciado tem por objetivo garantir que o diagnóstico seja feito sem que haja a necessidade de buscar os prontos-socorros, especialmente nos Hospitais Santo Antônio e Santa Isabel, onde o atendimento é priorizado para situações mais graves.
Somente nesta terça-feira, dia 1° de junho, a Central na Vila Germânica fez 501 atendimentos e 378 coletas para exames.

postada em 01/06/2021 17:32 – 56 visualizações

Fotos

Comente com o Facebook