Transporte Coletivo de Chapecó terá 25 ônibus novos


Os passageiros do transporte coletivo de Chapecó terão mais conforto a partir desta semana, com a entrega de 25 novos ônibus, que ocorreu na manhã desta segunda-feira, em frente à Prefeitura Municipal.

O prefeito de Chapecó, João Rodrigues, disse que as medicas são uma exigência da Administração e a empresa está cumprindo o que foi determinado.

“É uma ação para dar mais conforto para a nossa população, propiciando um deslocamento mais seguro e mais humanizado”, disse o prefeito João Rodrigues.

Os proprietários da concessionária Auto Viação Chapecó, o presidente João Scopel e o diretor de negócios, Jonny Scopel, apresentaram os novos carros ao prefeito.

– São veículos com suspensão pneumática, que dão mais conforto, portas elétricas, que tem sistema anti-esmagamento operado eletronicamente e que não anda enquanto as portas estiverem abertas, dando mais segurança ao passageiro. Além disso são veículos que geram menos ruídos e com carregador USB nos bancos – disse Jonny.

Os veículos possuem elevador semiautomático para portadores de necessidades especiais, testado e considerado pela Auto Viação como o de melhor funcionamento. A catraca passa a ser posicionada na frente, ou seja, na entrada e não mais no meio do carro, para facilitar o controle de acesso. A troca de marchas é automática, que melhora a dirigibilidade para o motorista e amplia o conforto dos passageiros.

Com a retiradas de veículos que estavam próximos de dez anos a idade média da frota é de 3,18 anos e 100% da frota é automático. Cada ônibus custou cerca de R$ 400 mil.

Segundo João Scopel é umas das frotas mais novas de Santa Catarina, sendo que o veículo mais velho rodando é de 2015. São 80 veículos rodando e mais oito reservas para atender Chapecó.

Atualmente são transportados 23 mil passageiros por dia. Antes da pandemia eram 49 mil. A concessionária também informou que normalizou as 24 linhas, mantendo a determinação sanitária de 50% de ocupação. Também estão previstas ações para atender novas demandas da Secretaria de Defesa do Cidadão e Mobilidade.

Comente com o Facebook