Trabalho integrado das equipes do Governo garante restabelecimento de serviços em boa parte dos municípios atingidos por tornado


Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE News
Foto: Celesc/Divulgação 

Depois da força-tarefa das equipes do Governo do Estado no Meio-Oeste, para restabelecer os serviços nos municípios atingidos por um tornado e fortes tempestades, no sábado, 29, hoje pela manhã, boa parte das cidades estão com o fornecimento de água e energia elétrica restabelecidos. O governador Carlos Moisés determinou que o trabalho continue ininterrupto até a completa normalidade dos serviços e informou que ainda essa semana visitará a região e fará anúncios importantes.

Durante todo o final de semana, o chefe do Executivo estadual acompanhou o trabalho integrado dos órgãos do governo do Estado, na prestação de serviços aos atingidos. “Nossas equipes estão trabalhando diuturnamente com o objetivo de trazer a normalidade às cidades atingidas no mais curto espaço de tempo possível. A ação continua em força máxima até que todos tenham suas necessidades atendidas”, reforça Carlos Moisés, que estará na região na próxima sexta-feira, 4. Além de visitar as cidades atingidas, Carlos Moisés irá anunciar investimentos para a região.

Energia elétrica restabelecida em 35% dos municípios
Após um trabalho intenso das equipes da Celesc e da empresa transmissora, a energia foi restabelecida para cerca de 35% dos municípios, com remanejamento de carga de outras subestações e também esquema de rodízio. Até o final do dia de hoje, a previsão é de retorno de grande parte da área atingida.

A energia elétrica já foi restabelecida nos municípios de Macieira, Salto Veloso, Arroio Trinta, Iomerê, Lebon Regis (na área urbana) e Rio das Antas. Em Videira e Fraiburgo, desde domingo a Celesc conseguiu adotar um esquema de rodízio de cargas, a partir de redes de outras subestações, a fim de mitigar os efeitos da falta de energia. Desta forma, os bairros do rodízio serão abastecidos por algumas horas, quando, então, a energia será suspensa para atender outra área da cidade.

Logo após o ocorrido, a primeira providência das equipes da Celesc foi percorrer os hospitais e postos de saúde para auxiliar no funcionamento de geradores, inclusive fornecendo óleo diesel. As equipes vão continuar o trabalho de auxílio a toda a população, até que o sistema esteja completamente restabelecido.

Casan recupera operação na maior parte dos municípios
Integradas à força-tarefa coordenada pelo Governo do Estado desde sábado, equipes instalaram geradores e já recuperaram a operação na maior parte dos municípios atendidos pelo Sistema CASAN e atingidos pelos fortes ventos que causaram destruição em Santa Catarina. Pouso Redondo e Salete foram recuperados com retorno de energia da Celesc. Nos municípios de Arroio Trinta, Calmon, Macieira, Timbó Grande e Lebón Regis, a Companhia instalou geradores de energia e o fornecimento de água está normalizado.

Em Lebon Régis, já não há necessidade de geradores, pois a Celesc conseguiu fazer uma ligação exclusiva para as estruturas de abastecimento. Apenas a comunidade do Faxinal do São Pedro permanece desenergizada, sendo abastecida por caminhão-pipa. Rio das Antas, Matos Costa e Pinheiro Preto, que também receberam geradores, ainda estão com abastecimento comprometido, com equipes em trabalho permanente para religamento das unidades de captação, tratamento e distribuição de água.

Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE News
Foto: Casan/Divulgação 

Em Rio das Antas, onde gerador foi instalado e o sistema de abastecimento chegou a ser religado na madrugada deste domingo, o fornecimento foi novamente comprometido na manhã desta segunda por ação de roubo e vandalismo. Todo o cabeamento da Estação de Recalque de Água Bruta foi levado e a equipe trabalha para refazer as ligações.

A Companhia solicita que, na medida do possível, nos municípios ainda prejudicados a água seja usada da forma mais econômica possível, permitindo recuperação gradativa dos sistemas.

Defesa Civil: agilidade na prestação de ajuda humanitária
A Defesa Civil disponibilizou para o município de Campos Novos 1.783 telhas de fibrocimento, 222 cumeeiras, 26 cestas básicas para sete dias, 22 fardos de água potável, 50 colchões de solteiro e 50 kits de acomodação para solteiro. Ainda no sábado, colchões e kits de acomodação foram entregues para as famílias mais atingidas. Água potável e as cestas básicas já estavam sendo distribuídos pela Prefeitura de Campos Novos.

As equipes da Defesa Civil do Estado foram reforçadas para prestar todo apoio aos municípios afetados. Num primeiro momento foram entregues cerca de 2 mil metros de lona na região Meio-Oeste para cobrir as residências destelhadas pela força do vento e pelo granizo. Equipes seguem fazendo os levantamentos na região.

Corpo de Bombeiros Militar antecipa entrega de agasalhos
O Corpo de Bombeiros Militar informou, na manhã de hoje, que vai organizar já para esta segunda e terça-feira as entregas das doações das campanhas do Agasalho (que vai até dia 11) e Cobertor Solidário aos atingidos que estiverem precisando.

Equipes do Corpo de Bombeiros também atuaram nos trabalhos de auxílio aos atingidos pelo tornado, no Meio-Oeste. Não houve atendimento a vítimas devido ao evento climático. Foram atendidas mais de 60 ocorrências de destelhamentos, com orientações e fornecimento de lonas para a população afetada. As equipes também atuaram imediatamente na desobstrução de vias públicas e cortes de árvores.

Programas de apoio aos agricultores
A Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca tem estruturados programas emergenciais para os produtores atingidos por eventos climáticos extremos. Entre eles, está o Reconstrói-SC e o Recuperação SC – Menos Juros. Esses e outros programas tratam de financiamentos com prazos e taxas especiais. Veja as regras:

Reconstroi-SC
Produtores rurais e pescadores poderão contrair financiamentos de até R$ 10 mil, com cinco anos de prazo para pagamento, dois anos de carência, com parcelas anuais e sem juros. A Secretaria da Agricultura dará uma subvenção de 50% para cada parcela paga em dia. Os recursos devem ser utilizados para a recuperação das estruturas destruídas por eventos climáticos e para minimizar os prejuízos causados. Para se beneficiar do Reconstrói – SC, os produtores e pescadores devem ter renda bruta anual de até R$ 415 mil e, no mínimo, 50% da renda oriunda de atividades agropecuárias, nos municípios afetados e priorizados pelas regras do Projeto.

Recupera SC – Menos Juros
Os produtores rurais e pescadores poderão contrair financiamentos junto aos agentes bancários, num limite de R$ 40 mil e com prazo de até oito anos para pagar. A Secretaria da Agricultura pagará os juros do investimento em até 4% ao ano. Poderão ser apoiados projetos de investimentos na recuperação dos sistemas produtivos, incluindo benfeitorias, embarcações, máquinas e equipamentos danificados. Para participar do Projeto, os produtores rurais e pescadores devem ter renda bruta anual de até R$ 415 mil e morar nos municípios afetados por ciclone bomba ou tornado, contemplados em decreto de estado de calamidade pública do poder executivo estadual, bem como Decretos Municipais, reconhecidos pela Defesa Civil Estadual.

>>> Defesa Civil do Estado confirma passagem de tornado em Campos Novos

>>> Órgãos do Governo do Estado trabalham em conjunto para retomada da normalidade em região atingida por tornado

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Fonte: Governo SC

Comente com o Facebook