Chapecó gera 765 empregos em abril e chega a 90 mil com carteira assinada


Chapecó teve saldo positivo de 765 vagas em abril, entre admissões e demissões, e chegou a 90.182 trabalhadores com carteira assinada. Isso representa 40% de toda a população. Os dados foram divulgados ontem, pelo Caged.

Em abril foram 4.479 admissões e 3.714 desligamentos em Chapecó.O setor que teve melhor saldo foi serviços, com 386 vagas, seguido pela construção civil, com 219 vagas, indústria, com 109 vagas, e comércio, com 56 vagas. Apenas a agropecuária teve um saldo negativo, de apenas cinco vagas. Mas, de acordo com diretor de Incentivo ao Empreende, Luiz Roberto Tillmann, esse setor tem um reflexo sazonal, após a colheita das culturas de verão.

“No geral estamos numa crescente de geração de empregos, com destaque neste mês para o setor de serviços e também a construção civil. Isso também é reflexo da desburocratização nas licenças de construção, que triplicaram neste início do ano. E a perspectiva é boa pois tem os investimentos da iniciativa privada e também da Administração Municipal, que também vão gerar mais empregos”, disse Tillmann.

Nesta semana o prefeito João Rodrigues anunciou investimentos que podem chegar a R$ 300 milhões nos próximos anos.Entre eles o novo pavilhão no parque da Efapi, no valor de R$ 20 milhões, e o Elevado da Bandeira, no valor de R$ 35 milhões.

Em abril Chapecó foi a quarta cidade que mais gerou emprego em SC, entre as com mais de 100 ml habitantes. Só ficou atrás de São José, com 1.305 vagas, Tubarão, com 1.243 vagas, e Joinville, com 907 vagas.

No acumulado do ano Chapecó tem um saldo positivo de 3.546 vagas. É o quinto de Santa Catarina.

Comente com o Facebook