Eskudlark destaca segurança pública e apoio à infraestrutura


O deputado Mauricio Eskudlark (PL) apresentou seus principais projetos e prioridades do mandato no programa “Fala, Deputado (a)”, da TVAL, a TV da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, veiculado nesta quinta-feira (22). O programa pode ser acompanhado pelas redes sociais da Assembleia (Facebook, YouTube e Instagram); pela Rádio AL, onde ficará disponível no perfil do Spotify da emissora; e na Agência AL.

Eskudlark enalteceu a importância do programa, que é veiculado em todas as redes sociais da Assembleia Legislativa, em divulgar o trabalho que vem realizando no parlamento catarinense. Como ex-delegado-geral da Polícia Civil do estado, o deputado tem como uma das bandeiras do mandato a valorização da segurança pública. Ele abordou a importância da entrega de viaturas, armamentos e equipamentos de proteção individual à Polícia Militar adquirido pelo governo do Estado com recursos de indicações de emendas parlamentares dos deputados estaduais, no final do mês de março.

“Nós não tínhamos há alguns mandatos a oportunidade de fazer este tipo de destinação de recursos”, comentou. “Para o próximo, orçamento destinei 27 viaturas para 27 municípios diferentes. Teriam que ser 27 emendas, agora não, como é tudo recursos para Segurança Pública se faz numa emenda só.”

“Procuro investir nesta área de segurança por ser primordial, tanto em viaturas, equipamentos e armamentos, também em câmaras de monitoramento. Em muitos municípios tenho orgulho de chegar e a gente poder dizer que aquele monitoramento foi uma emenda de nossa autoria. A segurança tem sempre uma prioridade pela nossa história dentro da Segurança Pública“, acrescentou.

Infraestrutura
Além deste setor, Eskudlark falou sobre emendas de sua autoria destinando à infraestrutura dos municípios do Oeste e litoral. Ele destacou uma postagem em suas redes sociais em que vistoriava uma obra realizada em Xanxerê.

“O prefeito nos informou que tinha concluído a obra prevista com nossa emenda e eu fiz questão de, num domingo, passar lá no município e verificar a rua e a obra muito bem feita, ligando a Rua da Paz, a Avenida Independência e a Avenida La Salle, uma obra importante, numa rua movimentada e que tinha um calçamento todo irregular.”

O parlamentar enfatizou ainda que tem visitado os hospitais para os quais destinou recursos de suas emendas. “É bom verificar, eu gosto, sempre fui um deputado presente nos municípios. Gosto de correr em muito o nosso estado. É beo ver esses recursos destinados por nós sendo bem aplicados. Também temos destinados recursos para ambulâncias, bombeiros voluntários de Ascurra, Apiúna e Rodeio nós destinamos R$ 300 mil para aquisição de um caminhão que foi entregue há poucos dias. Então, são várias áreas importantes valorizadas para melhorar a qualidade de vida dos catarinenses.”

Covid-19
Em relação à pandemia de Covid-19, o deputado destacou que é contrário ao lockdown, mantendo todos os demais regramentos, como uso de máscaras, de álcool gel e o afastamento social.

“Até criei uma frase que é muito utilizada que é vamos controlar a pandemia sem destruir a economia. Questionei o horário que tinha sido estabelecido, por exemplo. Saiu uma portaria (estadual) dizendo que a abertura do comércio seria às 10h. Numa cidade como Balneário Camboriú, que é do turismo tudo bem, mas numa cidade do Oeste, onde o agricultor acorda às 4h, faz à ordenha, e às 7h ele vai à cidade para ir à Cooperativa, na agropecuária, e quando é 9h ele já está de retorno em suas atividades agrícolas. Não dá para abrir o comércio às 10h.”

Outra questão levantada pelo deputado foi em relação ao número de pessoas nos estabelecimentos comerciais e mercados, que estava em 25%. “Eram poucas pessoas dentro destes estabelecimentos, onde há obrigatoriedade de máscaras, de uso de álcool gel e na fila de espera faziam uma aglomeração. Então mudaram para 50%.”

Ele reforçou que defende a ampliação do horário do comércio para evitar as aglomerações. “Você amplia o horário, divide mais aquele público, diminuindo a aglomeração. Se você quer diminuir o número de pessoas nos ônibus de transporte coletivo você tem que colocar mais ônibus para fazer o trajeto diminuindo o número de pessoas nos ônibus. Às vezes você pensa que tem que diminuir tudo, não, há situações que tem que aumentar.”

Retornando à valorização da segurança pública, o deputado lembrou que foi um dos defensores de colocar os profissionais do setor como prioritários na vacinação. “Essa semana, começa a vacinação dos profissionais da segurança pública no estado. São pessoas que trabalham no plantão, que estão no dia-a-dia, que estão expostas, que vai lidar com pessoas muitas vezes embriagadas e a possibilidade de ser contaminadas é muito grande, então esses profissionais, assim como o da saúde, da educação têm sua prioridade, mas entendo que a segurança merece sim um tratamento especial.”

Comente com o Facebook