Desde fevereiro, 619 festas clandestinas foram encerradas em SP

Desde o dia 26 de fevereiro, 619 festas clandestinas foram interrompidas em São Paulo por descumprimento das normas sanitárias e de restrição de circulação decretados pelo Plano São Paulo. A informação é da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE NewsNotícias de Balneário Camboriú - SC HOJE News

Apenas nesse sábado (20), foram encerradas 39 festas clandestinas e realizadas 4.008 dispersões e 28,6 mil abordagens, informou hoje (21) a secretaria. Em uma dessas festas clandestinas, que ocorreu na noite de ontem (20), a polícia flagrou 60 pessoas que estavam aglomeradas em um bar na Avenida Interlagos, na zona sul da capital. Quatro homens responsáveis por essa festa clandestina foram autuados. O local foi interditado pela prefeitura.

Desde fevereiro, 829 pessoas foram presas em todo o estado durante a Operação Toque de Restrição.

Desde o dia 6 de março, todo o estado de São Paulo está na Fase 1-Vermelha do Plano São Paulo, onde somente serviços considerados essenciais podem funcionar. Na semana passada, o estado entrou em uma fase ainda mais restritiva, com proibição de cultos e cerimônias religiosas coletivas, suspensão de aulas e paralisação de partidas de futebol e outras atividades esportivas. Bares, casas noturnas e festas estão proibidos de funcionar neste momento. As medidas pretendem aumentar a taxa de isolamento e reduzir a ocupação dos leitos de internação, atualmente próximo a um colapso.

Comente com o Facebook