Operação Alcatraz deixa novas manchas na política catarinense

A prisão domiciliar do presidente da Assembleia Legislativa, Julio Garcia (PSD), e o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do ex-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) maculam mais uma vez a imagem da política catarinense. Dois dos mais relevantes representantes da classe são alvos da Operação Hemorragia, desdobramento da Operação Alcatraz, que apura irregularidades em contratos na administração pública.

As investigações da Polícia Federal e da Receita Federal apontam para fraudes em licitações e desvios de dinheiro público, num esquema, segundo a PF e RF, que já dura mais de 10 anos. Para se ter uma ideia do tamanho da ação, ao todo 11 mandados de prisão preventiva, 9 de prisão temporária e 34 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Florianópolis, Joinville, Biguaçu e Xanxerê nesta terça-feira, 19. A 1ª Vara Federal de Florianópolis também determinou o bloqueio de valores de 17 pessoas investigadas e 14 empresas supostamente envolvidas nas fraudes e desvios.

As investigações envolvem contratos firmados, e não executados, além do SC Saúde – o eficiente plano de saúde dos servidores estaduais. O rombo seria algo em torno de R$ 500 milhões.

Todas as acusações precisam ser devidamente apuradas. Há que se dar o amplo direito de defesa, mas uma certeza se tem desde já: as trajetórias políticas dos principais envolvidos estão manchadas.

O espanto é ainda maior quando se remete ao fato de que Julio Garcia poderia estar neste momento sentado na cadeira de governador do estado. Não fosse o voto do Deputado Sargento Lima (PSL), livrando a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) do primeiro processo de impeachment – e depois o arquivamento da denúncia, que recolocou Carlos Moisés (PSL) no cargo – o atual chefe do Legislativo estaria dando ordens no Centro Administrativo.

Notícias de Balneário Camboriú - SC HOJE News

Vacinas chegaram ao Oeste pelo Arcanjo 02 | Foto Divulgação / CBMSC

Vacinas entregues

Operação realizada com sucesso. Depois de quase 9 horas de trabalho, as vacinas contra a Covid-19 chegaram a todas as regionais de saúde de SC, nesta terça-feira, 19. O CBMSC levou doses do imunizante para distribuição no Oeste e Extremo Oeste com a aeronave Arcanjo 02. Já por meio terrestre, escoltadas pela Polícia Militar, as vacinas chegaram aos municípios de Tubarão, Criciúma, Itajaí, Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul, Araranguá, Lages, Mafra e Rio do Sul. Florianópolis também recebeu as doses nesta manhã.

Gás Natural

O Gás Natural da SCGÁS está cada vez mais presente nos condomínios e residências de 9 municípios de SC. Atualmente, a Companhia fornece para 15.589 unidades residenciais e 371 condomínios. Somente entre 2019 e 2020, o segmento registrou crescimento de quase 10%. Para 2021, a Companhia espera ligar mais de 2.600 clientes no mercado. Atualmente, Criciúma é o maior mercado, com 7.927 apartamentos e 210 condomínios utilizando Gás Natural. Em seguida, está Florianópolis, onde mais de 2.585 apartamentos e 53 condomínios são atendidos. Tubarão, Palhoça, Itajaí, São José, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul e Joinville também utilizam gás natural em condomínios.

Fecam

O prefeito de Araquari, Clenilton Carlos Pereira (PSDB), assume a presidência da Fecam nesta quarta-feira (20), em substituição a Paulo Roberto Weiss (PT), ex-prefeito de Araquari, que se notabilizou por firmar a intenção de compra da CoronaVac junto ao Butantan. A diretoria será composta pela a prefeita de Vargem, Milena Andersen Lopes Becher (PL), como primeira vice. O ato de posse será a partir das 8h30, em formato virtual e presencial no Hotel Faial, no centro de Florianópolis.

ACIBALC

A diretoria da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc), se reuniu na manhã desta terça-feira, 19, para determinar os rumos da nova gestão 2021/2022. A diretoria definiu como foco principal transformar os associados em advogados da marca, para defender e propagar as ideias da entidade. Entre os objetivos estão aumentar em 80% o número de associados, elevar a receita líquida e aumentar a representatividade da Acibalc em 50%, investindo na participação de eventos, conselhos e ações de impacto na comunidade.

EWALDO WILLERDING – PELO ESTADO

Comente com o Facebook