Evo Morales questiona arbitragem de jogo entre Palmeiras e River Plate

Na partida questionada pelo boliviano, time argentino teve um gol e um pênalti anulados pelo VAR e acabou sendo eliminado da competição

REUTERS/CARLOS GARCIA RAWLINSNotícias de Balneário Camboriú - SC HOJE NewsEx-presidente da Bolívia usou suas redes para manifestar descontentamento com o resultado do jogo

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou a arbitragem na partida entre Palmeiras e River Plate pela semifinal da Libertadores, disputada na terça, 12, em São Paulo. Mesmo com a derrota por 2 a 0, a equipe brasileira se classificou para a decisão. O alvo das críticas do ex-presidente foram o gol e o pênalti anulados pelo juiz após revisão dos lances do VAR. No Twitter, Morales também prestou solidariedade ao River, que foi eliminado da competição. “Ontem curti uma bela partida de futebol sul-americano da Copa Libertadores da América, River Plate e Palmeiras. Será para melhor ou para pior que as partes tenham dois juízes? Na noite passada, o árbitro determinou um gol e uma penalidade anulados pelo VAR. Minha solidariedade com River”, disse o boliviano.

Ayer disfruté de un lindo partido del fútbol sudamericano de Copa Libertadores de América, River Plate y Palmeiras. ¿Será para bien o para mal que los partidos tengan dos jueces? Anoche el árbitro dictaminó un gol y un penal anulados por el VAR. Mi solidaridad con River. pic.twitter.com/4zU5rK2weg

— Evo Morales Ayma (@evoespueblo) January 13, 2021

O nome de Evo também ganhou os holofotes na última terça depois que ele anunciou ter testado positivo para Covid-19. O anúncio foi feito no período da noite através de um comunicado de seu gabinete. A nota dizia que o ex-presidente “está estável e recebendo atendimento médico”, mas não deu detalhes sobre os sintomas apresentados por Evo. Recentemente, o partido político de Evo, o MAS, retomou  a presidência do país um ano depois de o ex-presidente ter renunciado ao cargo.