Arnold Schwarzenegger critica Trump e compara invasão do Capitólio a episódio nazista

Em vídeo de oito minutos, ex-governador da Califórnia criticou o presidente e seus apoiadores, fazendo referência à chamada Noite dos Cristais

Reprodução/ FacebookNotícias de Balneário Camboriú - SC HOJE NewsMesmo sendo do mesmo partido de Trump, o ator não poupou críticas ao atual presidente dos Estados Unidos

O ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, utilizou suas redes sociais para condenar a invasão do Congresso americano por apoiadores do presidente Donald Trump. Em um vídeo de quase oito minutos publicado neste domingo, 10, o ator compara o caso do Capitólio à Noite dos Cristais, um dos mais famosos momentos do nazismo. Na ocasião, em 1938, cerca de 100 judeus foram mortos, mais de mil sinagogas foram destruídas e milhares de casas e escolas judaicas foram vandalizados na Alemanha, nos Sudetos da Tchecoslováquia e na Áustria, país natal de Schwarzenegger. “Quarta-feira foi a Noite dos Cristais bem aqui nos Estados Unidos. Os vidros quebrados foram os das janelas do Capitólio americano. Mas a turba não quebrou apenas as janelas do Capitólio. Ela quebrou as ideias que considerávamos como garantidas.”, disse o ator no vídeo.

Na publicação, Schwarzenegger adota um tom de relato pessoal, contando que foi criado por homens que bebiam para lidar com a culpa de terem feito parte “do mais odioso regime da história”. O ator nasceu em 1947, dois anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, e conta que seu pai chegava em casa bêbado duas vezes por semana e batia nos filhos. “Eu não o culpo totalmente, porque o nosso vizinho estava fazendo a mesma coisa com a família dele, assim como o próximo vizinho. Eles sofriam dores físicas devido aos fragmentos em seus corpos e sofriam dores psicológicas devido ao que viram e fizeram”, afirmou.

Schwarzenegger diz ainda que os chamados Proud Boys, grupo de extrema direita que apoia Trump, são os nazistas de agora e acusa Trump de tentar promover um gole ao enganar a população americana. “Meus pais e meus vizinhos foram enganados com mentiras, e eu sei a que lugar as mentiras levam”, disse o ator. Mesmo sendo do partido Republicano, o mesmo de Trump, o ex-governador da Califórnia não poupou críticas ao presidente. “Ele sairá como o pior presidente da história. A parte boa é que em breve será tão irrelevante quanto uma mensagem velha no Twitter.”, disse o ator. Veja o vídeo publicado por Schwarzenegger:

My message to my fellow Americans and friends around the world following this week’s attack on the Capitol. pic.twitter.com/blOy35LWJ5

— Arnold (@Schwarzenegger) January 10, 2021