Presidente do Corinthians coloca estádio à disposição para receber vacina contra a Covid-19

Governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB) afirma que a imunização será iniciada no dia 25 de janeiro; veja detalhes

Reprodução/Neo Química ArenaNotícias de Balneário Camboriú - SC HOJE NewsA Neo Química Arena, casa do Corinthians, está localizada na zona leste da cidade de São Paulo

O presidente do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, anunciou nesta sexta-feira, 8, que colocará o estádio do clube, a Neo Química Arena, à disposição da Secretaria de Saúde e de outros órgão responsáveis para que seja um ponto de imunização contra a Covid-19 na cidade de São Paulo. Governador do Estado, João Doria (PSDB) afirma que a vacinação será iniciada no dia 25 de janeiro, data do aniversário da capital paulista.

“Bom dia, Fiel! Gostaria de informar que, tão logo a vacinação seja autorizada, o Sport Club Corinthians Paulista colocará a Neo Química Arena à disposição dos órgãos de Saúde para que seja um ponto de imunização em massa da Zona Leste de SP”, escreveu Duílio, em sua conta no Twitter.

Vale lembrar que na última quinta-feira, 7, Joao Doria e a equipe do Instituto Butantan anunciaram que a CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida pelo instituto em parceria com o laboratório chinês Sinovac, tem eficácia comprovada de 78% nos estudos clínicos realizados no Brasil. Hoje, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que recebeu o pedido de uso emergencial do imunizante e que dará um parecer em até dez dias – em 18 de janeiro.

Bom dia, Fiel! Gostaria de informar que, tão logo a vacinação seja autorizada, o Sport Club Corinthians Paulista colocará a Neo Química Arena à disposição dos órgãos de Saúde para que seja um ponto de imunização em massa da Zona Leste de SP. #vacina #VaiCorinthians

— Duilio M. Alves (@duiliomalves) January 8, 2021

⚠️ A Anvisa recebeu hoje o pedido de uso emergencial da Coronavac pelo Instituto Butantan. Agora, a agência tem até dez dias para fazer a análise – ou seja, até 18 de janeiro. A previsão do governo de São Paulo é que a vacinação comece em 25 de janeiro.

— Beatriz Manfredini (@B_Manfredini) January 8, 2021