Balneário Camboriú monitora 2 casos suspeitos de coronavírus

Dois casos suspeitos foram registrados na cidade nesta sexta-feira. Os dois casos são de pessoas que vieram da Europa recentemente e estão em isolamento social (doméstico), acompanhados e orientados pela equipe de Vigilância Epidemiológica do Município. As coletas para confirmação dos casos já foram feitas e o resultado para confirmação se é mesmo ou não é coronavírus sairá em três dias.

Caso haja confirmação, e necessite acompanhamento hospitalar, o  Hospital Ruth Cardoso está preparado para atendimento dos casos de internação, com equipe treinada e área de isolamento determinada.

Segundo a secretária de Saúde, Andressa Hadad, todos os protocolos internacionais ditados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e pelos Conselhos de Infectologia do Brasil e Internacional estão sendo seguidos no Município desde janeiro, quando foi dado o alerta de epidemia de coronavírus na China.

A secretária Andressa Hadad informa também que pessoas que estiveram em viagem ou tiveram contato com pessoas que estiveram em países atingidos pelo coronavírus, e estiverem com algum sintoma da gripe devem procurar as unidades de saúde do Município, onde serão orientadas sobre as ações e cuidados a serem tomados.

“Não há motivo para apreensão no momento. Não há casos confirmados no Município. Estamos atentos. Mas ações preventivas devem ser tomadas por todos, com medidas de prevenção e cuidados fáceis que devem ser seguidos. Casos suspeitos devem ser informados à Vigilância Epidemiológica”, completa Andressa.

Nesta quinta-feira (27), o Ministério da Saúde divulgou o número de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) em Santa Catarina, que subiu de dois para oito, porém a confirmação da doença ainda depende de exames. Por este motivo, a Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú, por meio da Vigilância Epidemiológica, busca orientar a população sobre os devidos cuidados de prevenção e o que fazer em caso de suspeito.

 

Cuidados

A saliva de uma pessoa contaminada pode chegar as maçanetas, canetas, dispositivos eletrônicos, botões de elevador, copos e corrimões. Se tocar em alguma destas coisas acidentalmente é importante evitar colocar as mãos no rosto, pois o coronavírus se espalha quando as gotículas entram pelos olhos, boca ou nariz. Por isso é essencial adotar algumas ações básicas no dia a dia, confira quais são:

-Frequentemente lavar bem as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos e utilizar o álcool em gel;

-Ao tossir e espirrar, cubra a boca e o nariz com o cotovelo dobrado ou com um lenço;

-Mantenha pelo menos um metro de distância entre você e os outros, principalmente aqueles que tossem, espirram e têm febre;

-Não compartilhe objetos de uso pessoal;

-Evite comer produtos de origem animal crua ou mal cozida.

Se apresentar sintomas específicos de gripe, tais como febre, tosse e dificuldade para respirar é fundamental procurar atendimento médico a tempo. Informe ao seu médico se você viajou aos lugares que possuem casos confirmados da doença ou teve contato próximo com alguém que também apresenta sintomas respiratórios e que fez alguma viagem para estes locais.

Desde janeiro, os profissionais de saúde do município estão orientados sobre os cuidados com o coronavírus e o que fazer ao se deparar com um caso suspeito.

Comente com o Facebook